Mariana Gomes é a única brasileira no Balé Bolshoi

Por Maya Santana
Ela é baiana e faz sucesso na companhia russa de balé

Ela é mineira e faz sucesso na companhia russa de balé

O começo da história de Mariana é idêntica à de milhares de jovens  apaixonadas pela dança. A diferença é aonde ela chegou. Nascida num 29 de abril,  Dia Internacional da Dança, como trata de ressaltar, começou aos 7 anos num balé  amador em Lauro de Freitas, perto de Salvador. Pela persistência, partiu aos 14  para a Escola Bolshoi de Joinville, em Santa Catarina. Como ganhou o prêmio de  honra ao mérito, teve bolsa de estudos durante todos os anos e aliviou o  sacrifício financeiro dos pais.

Com 15 anos, ela fez sua primeira viagem a Moscou para estágio de 15 dias no  Bolshoi. Dois anos depois, os dois professores russos, Vladimir Vassiliev e  Ekaterina Maximova, que viajavam todo ano a Joinville para os exames, resolveram  levar uma estagiária por um ano para a companhia de balé em Moscou. A escolhida  foi Mariana. Ela partiu para a capital russa sem ajuda de custo e foi morar com  uma família comunista no coração de Moscou, o chamado Velho Arbate. Pagava US$  400 por mês, que se tornou a fonte de renda da família. Como ninguém falava  inglês na casa, teve que aprender russo em ritmo acelerado.

A dançarina vai completar 25 anos no próximo dia 29 de abril

A dançarina vai completar 25 anos no próximo dia 29 de abril

No Bolshoi, a brasileira era ignorada no começo: ficava da manhã à noite,  estudava todos os balés, mas ninguém lhe ensinava nada. “Aqui você tem que  chegar sabendo. Quando é um balé que está no repertório, como ‘Lago dos Cisnes’,  ensaia de manhã e à noite dança.”

Teve de aprender por observação. Como se comunicava? “Não me comunicava com  eles e eles não faziam questão de se comunicar comigo. Ninguém me dava mesa no  camarim. A camareira não queria arrumar um figurino para mim nem quando eu ia  dançar e perguntava quem eu era.” . Leia mais em valor.com.br


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





3 Comentários

Maria Cavalcanti 2 de junho de 2013 - 11:04

Ao invés de se queixar, tenha capacidade de, no Bolshoi, aprender observando quem sabe, ou soube, fazer tudo aquilo que, de fato, tu não sabes!

Responder
Maria Cavalcanti 2 de junho de 2013 - 11:00

Insuperável, Galina Ulanova, em ‘O Lago dos Cines’, apresenta posição perfeita, nesta página toscamente apresentada por brasileira figurante no Bolshoi.

Responder
Toninho Reis 17 de abril de 2013 - 23:38

Parabens para Mariana ,pois vida de bailarino nao eh mole nao, muita competicao ,e muita dedicacao,Bravo…………………

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais