fbpx

Medo de câncer faz Angelina Jolie retirar ovários

Por Maya Santana

A  atriz completará 40 anos em junho

A atriz completará 40 anos em junho

Às vésperas de completar 40 anos – em 4 de junho -, Angelina Jolie surpreende novamente o mundo ao informar, através de um artigo publicado no New York Times – jornal de maior influência no planeta -, que, mais uma vez por prevenção, retirou os ovários e as trompas de Falópio. A atriz pertence a uma família na qual as mulheres morrem de câncer e vem fazendo tudo para não ser mais uma das tantas vítimas da doença.

[tribulant_slideshow gallery_id=”78″]
Dezesseis imagens da atriz que vai completar 40 anos em junho próximo

Leia o artigo do portal Uai:

A atriz americana Angelina Jolie anunciou nesta terça-feira que se submeteu a uma cirurgia preventiva para retirar os ovários e as trompas de Falópio, dois anos depois de uma dupla mastectomia também preventiva. Em um artigo publicado no jornal New York Times, a atriz, que perdeu a mãe, a avó e uma tia para o câncer, explica que optou pela operação depois que os resultados de exames de sangue apontaram que alguns índices eram anormais.

Jolie, operada na semana passada, tomou a decisão porque tem uma mutação no gene BRCA1 que representa um risco de 87% de desenvolver câncer de mama e 50% de sofrer câncer de ovário. “Não fiz isto apenas porque tenho uma mutação do gene BRCA1, e quero que outras mulheres entendam”, escreveu a estrela no texto publicado no jornal americano, o mesmo método de divulgação que utilizou há dois anos quando passou pela dupla mastectomia.

Angelina Jolie, casada com o ator Brad Pitt e embaixadora da boa vontade da Agência das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR), destacou que ter uma mutação deste tipo não implica necessariamente que a paciente deve ser operada.

A atriz relata que vários médicos concordaram que a cirurgia era a melhor opção para ela, pela mutação do gene da qual é portadora e porque três parentes diretas morreram vítimas de câncer.

Jolie, no entanto, ressalta que cada caso é particular e cita outros tratamentos possíveis, como os anticoncepcionais, algumas terapias alternativas e os exames periódicos. O médico disse que ela deveria ser operada com 10 anos a menos que a idade de sua mãe quando teve o câncer detectado. “Minha mãe foi diagnosticada quando tinha 49. Eu tenho 39”, afirmou a atriz.

Leia também:
Especialistas comentam a decisão de Angelina Jolie de retirar os ovários
Angelina Jolie explica em artigo decisão de fazer mastectomia

Ela também revelou que desde que passou pela dupla mastectomia já havia começado a pensar nesta outra operação preventiva. clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





1 Comentários

Lisa Santana 24 de março de 2015 - 23:11

Acho triste este caminho de prevenção para uma doença. Ter predisposição para um determinado tipo de doença, ao meu ver e, se prevenir arrancando uma determinada parte do corpo não garante que ela apareça em outro lugar, ou de outra forma. Como será que ela se portaria se por acaso a doença que ela julga familiar e hereditária, tivesse aparecido na cabeça? Mandava cortar?

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais