Uma das integrantes da nova empreitada — ao lado de Danah, Luciana e de outras quatro modelos — é Carla Barros. A carioca de 56 anos trabalhou intensamente no passado. “Nos anos 1980, o Rio tinha, além dos jornais, a editora Bloch e a revista ‘Moda Brasil’. Fui clicada por grandes fotógrafos e ganhei um prêmio de Melhor Modelo no Theatro Municipal. Em São Paulo, virei queridinha da Regina Guerreiro (editora de moda)”, enumera.

A carioca Carla Barros, 56, é outra que está de volta às passarelas

Depois de passar algumas temporadas no Japão, Carla pisou no freio ao se casar e ter a filha, Maria Antônia. Despediu-se das passarelas aos 31 anos e investiu numa empresa de consultoria de moda até se apaixonar pela ourivesaria e lançar uma marca de joias que leva seu nome. Ano passado, participou do desfile da grife The Paradise. O estalo partiu da filha. “Ela disse: ‘Mãe, você tem que voltar a ser modelo, as tops maduras estão presentes no mundo inteiro’”, conta. 

O convite da Cantão surgiu na sequência e, quando Carla se deu conta, lá estava ela, diante das câmeras novamente. “O prazer de modelar continua o mesmo, mas o amadurecimento traz uma liberdade única. Hoje sei que posso representar as mulheres de verdade.”

Veja também:  Passou dos 50? Veja cortes bonitos para todo tipo de cabelo