fbpx

Músicos se solidarizam com protestos no Brasil

Por Maya Santana

Seu Jorge fez uma das músicas mais interessantes

Seu Jorge fez uma das músicas mais interessantes

As manifestações de rua no Brasil começaram no dia 15 de junho, com o protesto da organização Passe Livre, de São Paulo, contra o aumento das passagens de ônibus. Dois dias depois, se multiplicaram, assim como multiplicaram as reivindicações, e  ganharam ruas, avenidas e praças de boa parte das capitais brasileiras. Foi aí que o movimento, pela primeira vez, chamou a atenção do país, tamanho o número de pessoas vocalizando o seu protesto. Como não poderia deixar de ser, os  artistas  se solidarizaram com os manifestantes e alguns criaram músicas, fazendo o seu protesto particular e dando força a todos que querem, de verdade, mudar o Brasil. Aqui estão algumas das canções que criaram:

Seu Jorge –  Chega (Não é pelos 20 centavos):

Tomzé –  Povo Novo:

Capital Inicial –  Viva a Revolução:

Para finalizar, a música –  um comercial da Fiat do rapper Falcão que vem sendo veiculado no rádio e na televisão há poucos mais de um mês, que serviu de inspiração para manifestantes, Vem pra rua:

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





3 Comentários

Carlos 23 de maio de 2015 - 20:05

Nas manifestações populares ressurgiram espontaneamente os anseios e os protestos do povo brasileiro que busca um país melhor e mais justo e digno, vem pra rua foi muito mais do que só protestar por causa de um aumento de R$ 0,20 nas passagens de ônibus, foi a forma do povo mostrar a inconformação com a situação atual da nação do toma lá e dá cá, chega de políticos corruptos e mentirosos, seja da situação ou da oposição, tudo ruim, tudo muito falso, chega de mentiras, basta, e que viva atual revolução, somos inconformados com esta situação!

Responder
Lucas lima 13 de agosto de 2013 - 00:31

Hoje em dia, cantores, atores e bandas são as pessoas que mais influenciam um jovem em sua vida.Por isso é importante que esses cantores criem músicas para incentivarem toda população brasileira saírem ás ruas,para protestar não só por causa de 40 centavos mas para luta pelos nossos direitos.
Essa ideia foi o movimento, que pela primeira vez, chamou a atenção do país, tamanho o número de pessoas vocalizando o seu protesto.
A mídia faz com que as pessoas pesem que todos os protestantes são vândalos, mas na verdade não e bem assim a maioria das pessoas vão apenas para lutarem pelo seus direitos e serem símbolos de ”Revolução”, e não aceitarem mas de cabeça baixa o que os prefeitos querem.

Responder
Vitor Cobra 12 de agosto de 2013 - 23:32

Hoje em dia, cantores, atores e bandas são as pessoas que mais influenciam um jovem em sua vida. A adolescência é a época que o jovem começa a criar suas próprias ideologias, e a ver o mundo de uma maneira diferente.
Essa ideia, desses cantores, de criarem músicas incentivando as pessoas a saírem às ruas, protestar pelos seus direitos, atingiu, com muito sucesso, os jovens, que são sem sombra de dúvida o futuro do povo brasileiro.
Eu, por exemplo, não vi nenhuma emissora (de TV aberta) que falou sobre essas bandas, e esses cantores, terem criado músicas incentivando os jovens a protestarem. A mídia quer que todas as pessoas vejam os protestantes como “vândalos”( veja o significado da palavra vândalos aqui ->http://www.infoescola.com/povos-germanicos/vandalos/), ou melhor, desordeiros, ela não quer que as pessoas vejam os protestantes como símbolos da Revolução! Se liberte!

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais