fbpx

Nelsa Trombino, uma paulista de espírito mineiro

Por Maya Santana

Aos 74 anos, ela toca o restaurante mais famoso de Belo Horizonte

Aos 74 anos, ela toca o restaurante de comida mineira mais famoso de BH

Um dos grandes símbolos da gastronomia mineira é uma paulista de Cubatão. Nelsa Trombino, proprietária do famoso restaurante Xapuri, não tem raízes fincadas no estado, mas suas mãos parecem abençoadas pelo espírito mineiro. Filha de italianos, desde criança ela acompanhava a mãe na beira do fogão. A grande fartura das porções de seu restaurante é herança dessa época. As receitas da cozinha mineira, no entanto, só chegaram mais tarde.

Aos 22 anos, casou-se com Fábio Figueiredo e mudou-se para a fazenda dos sogros, em Lagoa da Prata, no interior de Minas. Costelas de porco, feijões com farinha, torresmos e couves passaram então a fazer parte de sua rotina. “Fiquei assustada quando vi, pela primeira vez, a cozinheira dos funcionários, mãe Maria Preta, preparar um frango”, lembra. “Quando ela jogava a ave na panela, o fogo chegava quase até o teto, por causa da gordura quente.” A receita era tão saborosa que ela logo quis aprender.

Depois vieram o lombo assado na panela e outras dezenas de pratos e doces típicos da roça. Após um ano, o casal pôs o pé na estrada e morou em várias cidades até se fixar em Belo Horizonte, em 1980, com os três filhos, Fernanda, Fabiana e Flávio. Cozinhando apenas para amigos e familiares, sete anos depois, dona Nelsa decidiu abrir um estabelecimento.

Comprou o imóvel e montou tudo à sua maneira, na região da Pampulha, que em pouco tempo se tornaria um endereço nacionalmente conhecido. Acordava às 3 da madrugada para fazer compras na Ceasa e cuidava da administração. Hoje, aos 74 anos, ela ainda se mantém na ativa. Valeu a pena. Em sete décadas fazendo das panelas a sua vida, essa guerreira marcou definitivamente seu nome na história. Fonte: Veja BH

Notícias Relacionadas

Deixe seu comentário

2 Comentários

Avatar
Alexandre Garcia 23 de novembro de 2019 - 00:37

Culinária mineira:uma maravilha sem igual.

Responder
Avatar
Toninho Reis 31 de maio de 2013 - 14:31

Materia me parece deliciosa, vou la conferir com certeza dona Nelsa……………bjs

Responder