Nove razões para o sexo ser melhor depois dos 50 anos

Por Maya Santana
Sobre sexo, alguem já disse: a melhor fase da vida é agora

Sobre sexo, alguem já disse: a melhor fase da vida é agora

Não sei quem escreveu esea espécie de guia sexual para pessoas que têm mais de 50 anos. Encontrei na internet. Achei que as recomendações fazem sentido, por isso estou publicando aqui no 50emais. Sexo é importante e recomendado pelos médicos. Faz bem à saúde. Reconheço que depois da meia idade tudo muda. Há quem afirme que as mudanças são para pior. Mas há outros, como o(a) autor(a) desses nove pontos mostra, que afirmam exatamente o contrário: Depois dos 50, sexo pode ser muito bom.

Leia as nove razões para o sexo ser melhor depois dos 50 anos:

1. Autoconfiança

A partir dos 50 anos, você é a melhor versão de si mesma! Você sabe quem você é como indivíduo e o que você quer da vida. Sabe que deve focar-se no que é importante para você. Essa recém-encontrada autoconfiança pode ajudá-la entre os lençóis, estimulando-a a viver o momento e abraçar suas escolhas, especialmente aquelas referentes a amor e sexo.

2. Espontaneidade

Depois que os filhos saem de casa, repentinamente, um clima de espontaneidade e aventura entra na sua vida, expressando-se também na vida sexual. Tanto faz se você e seu parceiro subitamente decidem sair em viagem de passeio ou passar uma noite romântica juntos na cama; é preciso admitir que o “ninho vazio” tem lá as suas vantagens.

3. Ausência de pressão

Após uma certa idade, o nível de expectativas sobre a sua performance sexual desaparece. O que importa mais é como você está se sentindo do que quanto tempo fica na cama. Sexo depois dos 50 tem mais a ver com conectar-se com seu parceiro e descobrir o que lhes dá mais prazer.

4. Deixar o passado para trás

Quando somos jovens, costumamos comparar ex-parceiros sexuais com os atuais. Porém, depois dos 50, esses sentimentos de competição e até mesmo de culpa desaparecem. Hoje, você é capaz de compreender suas relações sexuais como maneiras naturais, íntimas e mesmo belas de demonstrar amor por quem está com você.

5. Ausência de preocupações

Depois de chegar aos 50, fica tudo mais fácil! Isso é verdade não apenas para os níveis de estresse diários, como também para a sua vida amorosa e sexual. Na juventude, a tendência é pensar sobre o sexo e as suas implicações e consequências. Porém, quando envelhecemos, tais considerações passam a ser irrelevantes e é hora de dizer adeus ao tic-tac do relógio biológico.

6. Espiritualidade

Acredite se quiser, o sexo pode ser uma experiência espiritual. Esse tipo de sexo denomina-se, em algumas culturas, “sexo tântrico” – e refere-se não apenas ao prazer físico e emocional de vivenciar um orgasmo, mas também à ligação profunda e até mesmo mística que ocorre quando fazemos amor. No sexo espiritual, duas pessoas podem conectar-se, ver suas almas se fundirem e aprenderem mais sobre seu parceiro e sobre o que lhes agrada. Mesmo que pareça estranho, vale a pena tentar.

7. O orgasmo

Algumas pessoas dizem – especialmente mulheres – que, depois dos 50, é possível alcançar o orgasmo mais vezes e mais facilmente. Quando somos mais velhas, o corpo torna-se mais sensível e o sexo, então, é uma festa para nossos sentidos! Tal fato torna o clímax mais intenso e mais fácil de ser atingido pelas mulheres do que na sua juventude. Isso significa diminuir um pouco da carga de trabalho dos parceiros masculinos.

8. Tempo livre

Este é um dos fatores de mudança fundamentais na sua vida sexual. Enquanto antes havia milhões de coisas passando por sua mente, e que dificultavam sua concentração no que estava acontecendo na cama, após a aposentadoria, você tem muito mais tempo livre e muito menos obrigações sobre seus ombros. Use este tempo livre para conhecer os desejos do seu parceiro e os seus. As descobertas certamente irão melhorar muito a qualidade das relações sexuais.

9. Lucidez e simplicidade

Quando somos jovens, sexo é uma coisa complicada, carregada de emoções difíceis e mesmo impossíveis de serem explicadas e descritas. Depois que você chega aos 50, conhece bem o seu parceiro, como e o quê funciona bem para vocês na cama, e sentem-se mais confortáveis um com o outro. Depois dos 50, você começa a compreender que a vida é curta e que vale a pena deixar-se levar pelas emoções durante o sexo. O seu senso de lucidez e equilíbrio podem ajudar-lhe a alcançar uma grande satisfação sexual, que, certamente, irá se refletir na qualidade da sua vida. (Fonte: Maggie S.)


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





3 Comentários

Sylvia 3 de abril de 2016 - 23:42

Acreditem se quiserem…..descobri a minha sexualidade aos 48 anos,após o fim de um casamento de 30 anos. Foi algo fantástico! Um homem, tbm separado.10 anos mais velho. Com lindas rugas e uma doçura imensa. Foi surreal. Durou apenas 6 meses por impedimentos familiares ( ele com sua história e problemas pregressos e eu com os meus). Hoje não o teria perdido jamais…..mas era inexperiente. Permiti que a renúncia prevalecesse.

Responder
maria andrade da silva oliveira 31 de março de 2016 - 15:06

e verdade sex depois dos 50 ficou até mais gosto só

Responder
Clau 28 de novembro de 2017 - 00:10

Oi bebê me dá uma chance. Você vai gostar

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais