O novo livro do jornalista Zuenir Ventura

Por Maya Santana

ffff

A epígrafe sugere logo que há algo por trás das palavras de “Sagrada família”, novo livro de Zuenir Ventura. “Só dez por cento é mentira. O resto é invenção”, dizem os versos de Manoel de Barros, embaralhando ficção e realidade, romance e reportagem, imaginação e memória. É uma mistura instigante que vem acompanhando Zuenir nos últimos dez anos, o tempo necessário para que o livro ficasse pronto. Ou, mais apropriado, é uma mistura que acompanha o escritor, jornalista e colunista do GLOBO por toda uma vida.

Editado pela Alfaguara, “Sagrada família” chegou às livrarias em junho, mas teve seu lançamento oficial na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), no início de julho. A narrativa do romance é em primeira pessoa, feita por Manuéu Araújo sobre histórias de seus parentes durante a década de 1940, quando ele era um menino e passava férias numa cidade do interior do estado do Rio. Não por acaso, Zuenir, hoje com 81 anos, vivia em Friburgo naquele tempo e tinha parentes com biografias tão interessantes quanto as de seus personagens. Leia mais em www.oglobo.com.br


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais