fbpx

Os homens e a crise da meia idade

Por Maya Santana

Muitos homens encontram uma grande dificuldade para transpor essa etapa de vida

Muitos homens encontram uma grande dificuldade para transpor essa etapa de vida



Virgínia, Viva50

Assim como as mulheres, os homens também enfrentam a crise da meia idade. Entretanto, parece que as mulheres enfrentam essa crise de uma forma diferente, não se desestruturam tanto quanto eles, procuram novas formas de viver achando em cursos, hobbies, viagens, netos, amigas, família etc., novos incentivos estimulantes que as ajudam a elaborar e curtir essa fase.

Já muitos homens encontram uma grande dificuldade para transpor essa etapa de vida. A crise da meia idade masculina surge em torno dos 40 a 55 anos, variando de indivíduo para indivíduo, e se caracteriza como uma fase dolorosa na qual o homem é levado a avaliar a sua vida como um todo: profissional, afetiva, social e existencial. Juntamente com esse olhar vem a percepção clara de que o tempo passou, que mais da metade da vida se foi e que a finitude é um fato inquestionável.

É a constatação evidente de que “deixamos de crescer e começamos a envelhecer”. Também nesse momento da vida o homem se depara com os sinais evidentes da passagem do tempo: rugas, cabelos ficando grisalhos, perda do vigor físico e, para alguns, somam-se os sintomas da andropausa (que tem seu início em torno dos 50 anos) como insônia, diminuição da vitalidade, acúmulo de gordura na região abdominal, mudanças de humor, diminuição da libido, entre outros. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

3 × dois =