fbpx

Peça prática do vestuário, bermuda é sempre uma ótima opção

Por Maya Santana
Todo o conjunto, com a bermuda jeans, ficou bem bonito

Ainda faltam algumas semanas para o verão chegar ao fim. Apesar das chuvas, o calor persiste. Sendo assim, a bermuda, peça do vestuário tão prática, apresenta-se como uma ótima pedida.

Comprimento abaixo do joelho, também muito charmoso

Por isso, resolvi fazer uma seleção delas, para você que passou dos 50 e é fã de uma bermuda. Eu prefiro aquelas que vão até o joelho, mas selecionei os vários tipos: acima do joelho, no joelho e abaixo do joelho. Para todos os gostos.

Em cima do joelho: composição de bom gosto

Além do tamanho variado, as blusas e os adereços também são os mas diversos. Confesso que não gosto de bermuda com sapato alto. Mas há quem goste. E, em certas mulheres, a combinação cai bem.

Bolsa combinando com a bermuda

Veja outros modelos:

Cores claras: um traje simples e chique

Veja também: Para ter estilo, o segredo é respeitara própria personalidade

Além de mais larga, tipo saia, tem vários detalhes
O charme de Consuelo Blocker, filha de Costanza Pascolato
Esta é bem acima do joelho

Veja também: Bonitas e práticas: para você que gosta de usar bermudas

Luiza Brunet e sua bermuda, que está mais para um short
A blogueira de moda Beth Djalali usando bermuda com blazer
Beth Djalali com uma bermuda bem mais curta

Veja também: Bermudas para mulheres maduras e ousadas

Esta complementa o traje com um chapéu
Abaixo do joelho, compondo um gracioso traje

Veja também: A blogueira Beth Djalali mostra seu estilo eclético de vestir

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

19 + onze =

3 Comentários

Avatar
Marcos 28 de fevereiro de 2020 - 09:05

Gosto de sexo tenho 1.80 de altura 96kl e procuro coroas afim de sexo interessadas 16994564556

Responder
Avatar
Sonia Lima 27 de fevereiro de 2020 - 18:02

Faço Danças Circulares regularmente, sou professora/focalizadora tanto em São Paulo como em Mogi das Cruzes, onde moro.

Minha formação é em Educação Física e Pedagogia e sinto que as Danças Circulares podem propiciar uma vida saudável e feliz.

Trabalho muito com a lateralidade, isto é, fazemos a mesma dança para a direita e para a esquerda e assim consigo estimular muito as conexões neuronais das minha alunas afastando ao máximo o Mal de Alzheimer.

Parabéns pela matéria, pois é tudo isso que sempre repito.

GRATIDÃO

Responder
Avatar
Tatiana Gianordoli 26 de fevereiro de 2020 - 16:35

Amo esse site. Gostaria de recebê-lo por e-mail. Como devo proceder?

Responder