fbpx

Plante romã e atraia prosperidade o ano inteiro

Por Maya Santana

A fruta está associada a ritos e simpatias para atrair a prosperidade no Ano Novo

A fruta está associada a ritos e simpatias

Antes de ler o artigo do Uol sobre como plantar a romã, aqui está uma simpatia para manter a carteira sempre com dinheiro ao longo do ano. Hoje, Dia de Reis, 6 de janeiro, pegue uma romã e retire 9 sementes, pedindo aos três Reis Magos, Baltasar, Belchior e Gaspar, que nesse ano que se inicia você tenha muita saúde, amor, paz, dinheiro. Depois, pegue 3 das nove sementes e guarde num saquinho.Essas sementes ficarão dentro da carteira para nunca faltar dinheiro. As outras 3 você engole e as últimas três que sobraram você joga pra trás, fazendo o pedido que desejar. Quem faz a simpatia garante que é “infalível.”

Leia o artigo sobre o plantio da romã:

A romã – Punica granatum – é uma fruta originária do continente asiático, mas largamente cultivada em países do Mediterrâneo. Prefere condições tropicais, ou seja, pleno sol, irrigação e solo fértil e não tolera sombreamento contínuo ou encharcamento.

Originária da Ásia

Originária da Ásia

Como tem porte baixo, rápida frutificação, rusticidade e resistência a pragas e doenças, é presença comum em pomares domésticos, quintais e jardins. Também pode ser plantada em vasos como espécie ornamental, pois possui flores vistosas. Resumindo: a romã é uma espécie completa e, de quebra, está associada a ritos e simpatias para atrair a prosperidade no Ano Novo.

Normalmente as mudas são produzidas a partir de sementes e, neste caso, os exemplares começam a produzir após um ano e meio. Já pela propagação através de enxerto ou por enraizamento de ramos, a frutificação é precoce e garante que as plantas filhas sejam muito semelhantes à matriz. No Brasil, a romãzeira pode ser plantada em qualquer época do ano. Para propagar as sementes, procure frutos graúdos, bem coloridos e maduros. Extraia as sementes, lave-as em água corrente e retire a polpa. Deixe secar sobre folhas de jornal à sombra e revolva-as periodicamente para não grudarem e secarem de maneira homogênea.

Leia também:
Benefícios da romã vão muito além das simpatias

Após cerca de dois dias, as unidades podem ser semeadas em saquinhos ou caixinhas de leite furadas na parte inferior e preenchidos com substrato e/ou solo. Coloque de duas a três sementes por recipiente a um centímetro de profundidade e regue diariamente. Quando as mudinhas atingirem a média de dez centímetros, faça a seleção das mais vigorosas e descarte as demais. O transplante (para solo ou vaso) deve ser feito quando as mudinhas atingirem de 30 a 50 cm, após quatro a seis meses da semeadura. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

cinco + 8 =