fbpx

Couve é chamada de bife verde e comida do futuro

Por Maya Santana

É um alimento forte, com muitas propriedades benéficas para a saúde

A minha família vive numa chácara em Minas Gerais e cultiva couve, entre outras folhagens. Lá, minhas irmãs consomem a couve de muitas maneiras, inclusive em forma de suco. É importante frisar que elas próprias cultivam o que consomem, porque, de acordo com uma lista divulgada pela Anvisa, em Brasília, quase tudo que consumimos está contaminado pelo excesso de agrotóxicos. A couve, inclusivee está lá em um dos primeiros lugares da lista. A alternativa, para nós que moramos em cidade grande e não podemos ter uma horta no apartamento, é buscar aas feiras de produtos orgânicos.

Leia o artigo sobre a série de benefícios do consumo da couve:

A couve está sendo chamada de bife vegetal pelo seu poder, mesmo grandioso, de nutrição. Comparada com outras verduras, está num patamar muito superior quando o tema são proteínas. Em tempos de revolução “verde”, onde ambientalistas defendem a redução da criação de animais (já que este seguimento da agro-indústria é tido como um dos maiores contribuintes para o aquecimento global), onde é cada vez maior o número de vegetarianos, e também dos defensores de uma alimentação mais saudável, há alimentos que estão recebendo o título de “futurefood”, ou a comida do futuro.

Causa disso, as investigações científicas vêm centrando-se em descobrir quais são os vegetais que podem suprir a alimentação do ser humano de uma maneira mais completa, principalmente em proteínas. Como resultado, a couve já é chamada de bife verde. Além de ser totalmente capaz de suprir o organismo com as proteínas necessárias, contém um arsenal de nutrientes, que são fundamentais para a manutenção da saúde.

Picada e refogada ou  no suco é um alimento muito saudável

Picada e refogada ou no suco é um alimento muito saudável

Inflamações como artrite, doença cardíaca, entre outras condições auto-imunes, estão associadas ao consumo de produtos animais. A couve, assim, é uma excelente alternativa, não só para substituir o consumo de carne (para os vegetarianos), como para que o organismo não sofra deficiência de proteínas (para aqueles que querem descansar o corpo do bife diário). Sendo um dos principais alimentos anti-inflamatórios no reino vegetal, é potencialmente indicada para prevenir, e até mesmo reverter essas doenças.

Por cada caloria, uma folha de couve possui mais ferro que um bife, e mais cálcio que o leite. Contêm grande riqueza em fibra, que é um macronutriente (leia-se que é uma necessidade diária do corpo humano). Quantidade insuficiente de fibras é uma das principais causas de desordens no aparato digestivo. Alimentos ricos em proteína animal, como a carne, possuem pouca, ou quase nenhuma fibra. Já uma porção média de couve garante 5% da ingestão diária recomendada.

Se um pedaço de carne, normalmente, o que fornece são gorduras saturadas, a couve é rica em Ácidos Graxos Ômega 3, onde a porção média contém 121 miligramas de Ômega 3 e também Ômega 6. É rica em carotenóides e flavonóides, que são antioxidantes.

Os defensores do desenvolvimento sustentável do planeta, e os adeptos da comida saudável e orgânica, apontam outro motivo para que a couve substitua a carne: Couve cresce com facilidade em quase todos os tipos de clima, o cultivo é relativamente simples, seja numa fazenda, seja em casa.

Por outro lado, para que se produza 1 quilo de carne bovina são necessários 16 quilos de grãos, 11 vezes mais a utilização de combustível fóssil, e cerca de 2.400 litros de água. Se apesar desta enorme diferença no custo de produção, e de todos os benefícios nutricionais, seu cérebro está achando difícil construir a imagem mental de um churrasco de couve, calma. Enquanto a realidade do planeta permitir que as “futurefood” não sejam obrigação, basta apenas incrementar o consumo deste vegetal, pelo menos para primar pela saúde.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dezessete + 6 =

123 Comentários

Avatar
Renanto 15 de novembro de 2018 - 01:47

Olha que interessante galera!
http://bit.ly/2PWNxPH

Responder
Couve é Chamada de Bife Verde e Comida do Futuro 24 de julho de 2018 - 14:37

[…] Fonte: 50emais […]

Responder
Couve: bife verde e comida do futuro - Mimi Veg 12 de janeiro de 2017 - 11:41

[…] Fonte: 50 e mais Imagens: divulgação […]

Responder
Avatar
Hélvia Fortes Rodrigues 16 de agosto de 2016 - 21:41

Desde criança fomos criados em residência com fartura de quintal e horta onde tínhamos também árvores frutíferas. Minha mãe sempre fazia o nosso prato preferido: ARROZ-FEIJÃO COUVE E OVO. Não tínhamos o hábito de adoecer com frequencia e sentíamos muita disposição para subir nas árvores frutíferas: videiras, jabuticabeiras e pés de romã.Sempre fomos muito saudáveis e não esqueço que todos nós gozavamos de muita saúde…

Responder
Avatar
Maria Augusta 16 de agosto de 2016 - 08:42

Como carne uns 3 dias na semana mas não vivo sem legumes, frutas e verduras, couve eu faço salada crua cortada fininha com muito alho e cebolas.

Responder
Avatar
Norma 12 de agosto de 2016 - 05:55

Eu creio e vivencio que alimentação vai além da questão padrão do corpo físico ou seja envolve dimensões emocionais, mentais e energéticas. Sendo assim comer ou não determinado alimento, é uma decisão que depende também de como se encontram estes corpos, muitas vezes, confprme minha experiência, inclusive de terapeuta eu percebi e ainda percebo que devido as questões emocionais ainda não solucionadas nós fazemos uma transferência substituindo ingestão de alimentos por atitudes que poderiam ter sido tomadas, os estados do Ego adotados naquele momento determinam esta ação. Por outro lado a carne alimenta os nossos instintos primitivos e a grande verdade que não quer calar é : mudança de hábitos é para os corajosos, persistentes e flexíveis. Eu, mesma já investi nesta viagem algumas vezes, porque naquele momento em que senti a necessidade de mudar não consegui dar continuidade, porém investindo novamente outras vezes o sucesso vem ocorrendo eo retorno desta mudança é maravilhoso. Enfim, a experiência de abandonar do hábito de comer carne além de me transformar em uma pessoa com uma alimentação saudável e completa em termos de nutrientes, também me deixou serena e atualizada, pois considerando o respeito a vida dos animais e que vivemos em 2016 não na idade da pré história, onde realmente era necessário sair para caçar a comida. Na evolução e na mudança ganhamos a compensação ao adquirirmos um poder maior sobre nós mesmos : O Poder de Escolha Consciente.

Responder
Avatar
Valéria Gomes 10 de agosto de 2016 - 23:01

Vivem e deixe viver! Vegetariana quaaaase vegana, e foi a melhor coisa que me aconteceu. No meu caso, não foi pela saúde, mas pq assisti um vídeo sobre abate dos animais, e chorei semanas, meses. Uma pessoa que tem compaixão não precisa de muito para mudar seus hábitos. Uma visita ao abatedouro, ou até mesmo abrir um vídeo sobre – é o suficiente. Quem valoriza a vida, exclui automaticamente carne do seu prato. Não existe vida menor, nem maior – o valor da vida é o mesmo pra quem tem um coração batendo no peito. 12 anos sem carne, 12 sem anos sem fazer parte desse holocausto animal. Ah se os animais pudessem falar, implorar, clamar por sua vida – certamente as pessoas pensariam 1000 vezes antes de anular vidas, apenas para satisfazer o paladar.
Viva a vida, viva os Animais!!!!

Responder
Avatar
Maria José Nia Guedes 8 de agosto de 2016 - 13:53

Excelente!

Responder
Avatar
Gloria 1 de agosto de 2016 - 15:02

Sou pela opção: cada um coma o que bem quiser…sem stress.

Responder
Avatar
MCOSTA 1 de julho de 2016 - 19:50

Feliz por essas mudanças de conceito em nossa sociedade,a concientização é mtoo,mas mtas pessoas alem da conciencia,precisam querer sair mesmo da zona de conforto e pensar no tdo mas harmoniosos p todos.Mtas pessoas precisarao de mto mais tempo p deixar a carne,pq essas mudanças necessitam acontecer num nível profundo de conciencia,só ai, tdo o seu corpo vai reagir de acordo,e buscar se adaptar naturalmente a questão,ou seja o seu organismo por si so rejeitara a carne…

Responder
Avatar
Maracujá van Prehn 15 de junho de 2016 - 18:45

Sou vegetariana há mais de 55 anos, estou com 62, a carne nunca fez falta na dieta da minha família, minha mãe também era vegetariana ( desde os 7 anos ), morreu com 90 anos! Concordo que a genética que diz se vamos ser altos e saudáveis, pois sou a “baixinha” da família, com 1,74 m, e totalmente saudável, sem falta de proteína no meu organismo e dificilmente adoeço! Ah! Também nunca tomei vacina alguma, meus filhos e netos também, são saudáveis, altos e lindos!!

Responder
Avatar
Nilza Reis 22 de junho de 2016 - 22:03

Se fôssemos carnívoros, teríamos garras e não unhas, arcada dentária típica de um ser carnívoro(tigre, leão, urso, jacaré, gato, raposa…nosso trato intestinal está mais para uma dieta vegetariana que carnívora.
Estou vegana há 3 anos, muiiiito bem de saúde e fazendo minha parte por um futuro do planeta melhor.

Responder
Avatar
Regina Alvarenga 23 de maio de 2016 - 19:47

Excelente o artigo – incentiva a gente a comer couve mesmo. Será que é boa também contra artrose (além da artrite)?

Responder
Avatar
william 16 de maio de 2016 - 11:51

Tem um aspecto químico aí que não foi dito na matéria, pois alguns vegetais podem ter mais cálcio e proteínas que os leites e as carnes, tipo a couve e o brócolis, mas a biodisponibilidade dessas substâncias nos vegetais não é como nas fontes animais, e nosso organismo não tem enzimas suficientes para absorver todo o potencial alimentício dos vegetais como faz com as gorduras e proteínas animais.

Responder
Avatar
marina uliani 15 de maio de 2016 - 09:59

Faço uso da couve em forma de suco batida com leite. Lavo bem as folhas, seco com pano e congelo em pequenas partes para consumir diariamente. O que não sei se congeladas as folhas mantêm os mesmos nutrientes. Poderiam me responder? Obrigada!!!

Responder
Avatar
MJS 26 de novembro de 2015 - 07:03

Não é para todas as pessoas – indivíduos com teor elevado de ferro no organismo não a podem consumir. Ela torna-se veneno. Há que se ter bom senso em tudo. Não é porque é natural que é bom para todos.

Responder
Avatar
maria lúcia gottardi 2 de novembro de 2015 - 23:28

Adorei as informações mas não sei variar as receitas e gostaria de recebe-las ,mas de formas simples.

Responder
Avatar
Alanis 6 de junho de 2015 - 13:19

A couve mudou minha vida.
Eu fiquei na cama por 6 meses nem conseguia colocar comida na boca, processo inflamatório alto….
Hoje graças a couve estou correndo pedalando fazendo flexão.de.braço, etc…

Responder
Avatar
Reinaldo Ribeiro de Camargo 4 de junho de 2015 - 23:01

Mesmo quando eu não sabia desses benefícios eu já gostava agora não vai faltar emno meu cardápio

Responder
Avatar
Jaqueline 28 de maio de 2015 - 23:31

A couve não pode ser chamada de bife vegetal pois não substitui a carne em outras vitaminas. Uma delas é a Vitamina B12, encontrada principalmente em carnes vermelhas. Tenho anemia de Vitamina B12, tomo injeções para suprir a falta dessa vitamina regularmente. Já tentei ser vegetariana ou diminuir o consumo de carne vermelha mas não posso. Então, é errôneo falar que a couve substitui o bife de carne pois não oferece a reposição de B12.
PS: Eu adoro couve! Bato com água, congelo em cubinhos e sempre coloco no feijão. Fora as outras formas deliciosas de se comer.

Responder
Avatar
Marilu 19 de maio de 2016 - 18:49

A couve é importante, mas para a B12, experimente atum e sardinha. Consegui sair de 130 mg para 880 num mês. Não sou especialista, só segui esta dieta e, também, passei a ingerir os alimentos bem quentes. Boa sote

Responder
Avatar
Paola 5 de agosto de 2016 - 11:37

A vitamina B12 proveniente do leite e do queijo é melhor do que da carne
————————————————————————————————
Vários estudos indicam que a vitamina B12 se absorve melhor a partir do queijo e do peixe do que da carne e dos ovos (1, 2). Existem várias razões para isso: em primeiro lugar, a vitamina B12 é sensível ao calor, então uma grande quantidade dela desaparece quando é cozinhada. Em segundo lugar, ela se envolve nas proteínas nos alimentos – quanto mais fácil de digerir eles forem melhor. Em terceiro, ela é recolhida a partir do fator intrínseco – uma molécula especial que é responsável por essa função – que retira um máximo de 1.5 a 2.0 microgramas de vitamina B12 por refeição, então as altas concentrações da vitamina não trazem assim tantas vantagens quando é consumida apenas de uma vez.

Alimentos vegetarianos com vitamina B12
——————————————————
Quem não come carne mas consome outros alimentos de origem animal como o leite, queijo e ovos também consegue absorver alguma vitamina B12 com a sua dieta. Os queijos camembert, emental e gouda e os ovos de galinha são os alimentos com as maiores reservas de vitamina B12, e a absorção de vitamina B12 com produtos lácteos parece ser mais fácil do que com ovos (3).

Responder
Avatar
ari camelo da silva 7 de maio de 2015 - 17:28

pricipal vitamina para g. vermelhos tomo vêzes p semana para fazer examede sangue.

Responder
Avatar
marli maria vieira neves 6 de maio de 2015 - 19:36

Faço suco todos os dias de couve.Gostei das informaçôes e dos benefícios para nossa saúde.

Responder
Avatar
Eliany Lazzari 6 de maio de 2015 - 13:58

Eu gosto, mas não consumo com frequência, a validade de conservação é pequena. Será que posso plantar em vasos? E também é por semente? Vou aguardar resposta ia email. Obrigada.

Responder
Avatar
alvacir borges furtado 26 de abril de 2015 - 00:18

consumo couve todos os dia moro em chacara hoje para produzir cove sem veneno so em estufa .sou protor mandioca organica;wwwpalhca.com

Responder
Avatar
Benone Augusto de Paiva 25 de abril de 2015 - 19:50

É de grande importância mantermos a couve na nossa alimentação, suas propriedade nutrientes ajudam mantermos uma melhor saúde e saiba também que dela você pode faz\er um belo e gostoso suco: uma folha grande num copo de liquidificador de 1,5 litro com água e o suco de dois limões juntos, bata bem e depois adoça a gosto e coa numa peneirinha fina e volte a dar outra batida após ter coado, gelo a vontade e delicie-se.

Responder
Avatar
vilmar lemos 23 de abril de 2015 - 20:57

Uma dica importante para evitar as “LAGARTAS da borboleta. Pulverize as folhas da couve com Cerveja, elas as borboletas nem chegam perto.

Responder
Avatar
Mirian GOUVEIA 22 de abril de 2015 - 07:57

jÁ COMO BASTANTE COUVE PORQUE GOSTO MUITO Mais que isso viro verde…..

Responder
Avatar
neusa 22 de abril de 2015 - 06:32

Não se consegue ler nada! Por que essas letras tão pequenas???

Responder
Avatar
Nádia Maria de Jesus 22 de abril de 2015 - 00:52

Adoro couve, como cultivar hortaliças em pequenos espaços?

Responder
Avatar
Benone Augusto de Paiva 21 de abril de 2015 - 23:53

O consumo da couve é muito importante para a saúde de quem a consome. São várias maneiras para prepara-la, é saudável e muito apreciada, podendo ser utilizada até para um delicioso suco: corte uma folha grande em pedaços miúdos, coloca num copo de liquidificador de aproximadamente 1,5 litros e esprema o suco de dois limões, bata bem coa com um quador fininho e adoça a gosto. Depois de pronto, bata novamente para misturar bem o açúcar com o suco. Fica uma delícia.

Responder
Avatar
José 21 de abril de 2015 - 23:15

Boa matéria !!!!!

Responder
Avatar
Mariza Souza 21 de abril de 2015 - 00:16

Fiz uma petição para que os agrotóxicos sejam proibidos,pelo alto índice de câncer no Ap. Digestivo ,apontado pelos gastroenterologistas!! Eu e meu marido,que não ficou pra contar,assistimos a quantidade de pessoas em todas as faixas etárias ,fazendo químio e radioterapia!!Muitos,não fumavam(só há campanhas contra o cigarro)nem bebiam alcóol,mas todos se alimentavam ,e os laboratórios,não investem na cura,mas,na manutenção da doença,que rende enorme lucro!
A petição,precisa ser assinada pelo maior número de pessoas para ser enviada ,ao Ministério da Agricultura . Gostaria que assinasse e compartilhasse! Muito obrigada,pela atenção que possa ser dada.
Atenciosamente, Mariza Souza

Responder
Avatar
Angela Maria Cancela duarte 20 de abril de 2015 - 23:41

Sou mineira e cresci comendo couve.Adorei a reportagem e o que realmente está causando tanta doença na humanidade são os agrotóxicos poucas pessoas param para pensar nisso.

Responder
Avatar
ivete ramanauskas 20 de abril de 2015 - 07:59

Meu Marido e Eu, estamos querendo nos mudar para um local com terreno grande e fazer uma horta caseira e consumirmos nossos proprios legumes e verduras sem agrotóxicos… Acho uma delícia, colher verduras, tomatinhos…hummm… Delícia!!

Responder
Avatar
neide beatriz de castro dornelles 20 de abril de 2015 - 07:58

AO CUSTO DO SOFRIMENTO DE ANIMAIS INOCENTES…NAO QUERO MAIS VIVER!!!…ESTOU VIRAN DO…NAO SO VEGETARIANA!!!…VEGANA…TIRAR BEZERROS DE VACAS…DAR MORTE TERRIVEL A CAVALOS…SINCERAMENTE…DESTAS COISAS!!!… ESTOU SAINDO FORA…BOM DIA A TODOS…

Responder
Avatar
Nene 18 de abril de 2015 - 20:29

Eu adoro couve e sei de todos os beneficios que ela pode me dar, mas infelizmente naõ se encontra folhas saudáveis, todas tem fungos e até as que tentei cultivar os fungos atacaram.Uma pena.

Responder
Avatar
ALELUIA MARIA DE CARVALHO 18 de abril de 2015 - 09:20

Eu adoro couve !

Responder
Avatar
W@lk 18 de abril de 2015 - 07:49

Excelente informação!

Responder
Avatar
Celso 17 de abril de 2015 - 22:37

Jornalista falando com pretensa autoridade sobre nutrição…que ridículo!

Responder
Avatar
linda neri 17 de abril de 2015 - 22:20

Comecei a tomar suco da couve o café da manha; é muito gostoso, sacia e ajuda a emagrecer. Receita do suco: uma folha de couve, uma cenoura media, uma laranja , um pedacinho de gengibre e um copo 200ml de agua .Bater tudo no liquidificador, coar e beber na hora. Não é necessário por açúcar.

Responder
Avatar
aurora mocelin zanchett 17 de abril de 2015 - 21:05

aprecio o suco da couve um refogadinho e nao despreso uma salada de couve.adoro

Responder
Avatar
MARILDA ANITA FRETTA MACHADO 17 de abril de 2015 - 18:17

COMO É BOM COMPARTILHAR ASSUNTOS QUE DIZEM RESPEITO A SAÚDE!!! PARABÉNS!

Responder
Avatar
Thelma 17 de abril de 2015 - 14:42

Já cultivamos couve em Campo Grande – MS em grande qtde, mas gostaria de saber o que usam na organica p combater as pragas….

Responder
Avatar
ELIAS FURIERI 23 de junho de 2015 - 09:44

Pulverização a cada semana com água e limão, deixando por aproximadamente vinte minutos e lavando as folhas em seguida.

Responder
Avatar
Maria das Dores Camara de Brito 17 de abril de 2015 - 12:48

Gosto muito da couve, uso sempre. E pena não poder cultivar para tê-la mais saudável.Nao encontramos com facilidade ela orgânica nos Mercados

Responder
Avatar
sirley Antunes 17 de abril de 2015 - 12:37

Eu consumo tres à quatro vezes durante a semana e me sinto mt bem…

Responder
Avatar
Patricia 17 de abril de 2015 - 12:22

Bom dia .Gostaria de saber como plantar couve organica no fundo do meu quintal,como ter uma boa terra para plantio? Obrigada

Responder
Avatar
Moacir Gama junior 17 de abril de 2015 - 09:25

no coments.sorry

Responder
Avatar
Moacir Gama junior 17 de abril de 2015 - 09:23

Gostei de saber das propriedades da couve.Vou acresce
ntar uns pezinhos na minha horta.

Responder
Avatar
Moacir Gama junior 17 de abril de 2015 - 09:19

Gostei de saber das propriedades da couve. Vou mudar minha rotina alimentar.Obrig

ado

Responder
Avatar
Silvia Helena Camargo 16 de abril de 2015 - 22:46

Adoro couve e compro sempre que encontro no supermercado!!! Muito bom o texto e as dicas!!! Parabéns pelas fotos também!!!

Responder
Avatar
marivaldo lins 16 de abril de 2015 - 19:25

tudo da mãe natureza é maravilhoso…

Responder
Avatar
Stella Machado 16 de abril de 2015 - 17:34

Eu gosto de couve crua. Deliciosa.

Responder
Avatar
EURICO 16 de abril de 2015 - 17:04

muito sugestivo….bjs

Responder
Avatar
Maria Helena de Alcântara 16 de abril de 2015 - 13:19

é quem tem problema na tireóide, pode consumir couve.?

Responder
Avatar
Hugo. 16 de abril de 2015 - 11:04

O problema é que nossa cultura (comida) propõe couve refogada com feijoada, bacon assim como após o café sempre um cigarro de palha.
Não é fácil.

Responder
Avatar
sandra amadeu 16 de abril de 2015 - 00:13

Gosto de couve mas nunca pensei em cortar com tesoura, adorei a ideia.!

Responder
Avatar
José 15 de abril de 2015 - 23:05

Gostaria te receber semente desta couve todo ano , aqui se chama. ou mudas aqui e pequeno que eu tenho não estou conseguindo mais esta couve aqui agora e so um pé que eu tenho queria 5 mudas seria otimo. atenciosamente inacio

Responder
Avatar
Rosa Maria 20 de setembro de 2015 - 14:47

Tenho um pe de couve que está ficando muito alto.
Quera fazer mudas , pois só um pé não vence meu consumo. Como fazer mudas desse pe?
É possível? Poderiam me explicar?.
Muito obrigada,

Responder
Avatar
Maria carvalho 15 de abril de 2015 - 22:19

Uso couve de várias maneiras, inclusive no suco.

Responder
Avatar
Beto 15 de abril de 2015 - 21:12

Acompanhando uma feijoada…hummmmm.

Responder
Avatar
joana 15 de abril de 2015 - 20:24

eu adoro comer couve e tomar o suco dela

Responder
Avatar
Dirce O Moreno 15 de abril de 2015 - 14:22

Parabéns pela materia amei!!!!
Já consumia mto couve ,gosto mto e agora estou com artrite vou continuar
fazendo uso.Obrigada pelas informações uteis e esclarecederos .
Abços
Dirce

Responder
Avatar
Macelle 15 de abril de 2015 - 11:57

Gosto muito de couve bastante útil as informações .

Responder
Avatar
Marli 15 de abril de 2015 - 10:53

Aprendi com o Dro. Lair Ribeiro como tornar orgânico as verduras e legumes cultivados com agrotóxicos.
Depois de lavadas as verduras e os legumes devem ficar de molho por 60 minutos em uma solução de 20 gotas de iodo para 10 lts de agua e depois voltarem a serem lavadas

Responder
Avatar
Hugo 15 de abril de 2015 - 10:51

Muitos parabéns pela iniciativa. Plenamente de acordo e é um exemplo a seguir.

Responder
Avatar
Iloiva 15 de abril de 2015 - 09:34

A couve é somente benefício

Responder
Avatar
Mirna 14 de abril de 2015 - 21:15

Muito bom e preciso divulgar isso.
O assunto vem confirmar o que ja sei a muito tempo.
Achei otimo maravilhoso.
Mirna

Responder
Avatar
Irami noll 14 de abril de 2015 - 19:44

Gostaria de saber se a couve chinesa tem os mesmos nutrientes que a outra couve?
Aguardo resposta via E_MAIL.

Responder
Avatar
Francisco de Sousa Lima 14 de abril de 2015 - 18:36

acho o couve bom demais

Responder
Avatar
rosana leila pimentel 14 de abril de 2015 - 14:09

Muito bom saber isso tenho um filho vegetariano ele vai gostar muito

Responder
Avatar
Elizabeth Antunes 14 de abril de 2015 - 08:36

A couve e outros vegetais que estamos acostumados a ingerir, vez que abandonamos o hábito de nos alimentar de carne, é atacada por predadores que são atacados por agrotóxicos para se preservar o vegetal mas que também agridem o sistema quando destrói o pequeno predador, que talvez seja um elemento necessário ao equilíbrio do eco sistema. Pela experiência que temos de plantar uma pequena horta e usufruir de seus produtos, acredito que poderíamos tentar o plantio em estufas pequenas, montadas sobre um vaso de tamanho razoável ou uma jardineira e termos a nossa pequena produção doméstica. De cada pé de couve se colhem o suficiente para uma refeição e ela continua a produzir e alguns outros vegetais, também. E faríamos o replantio, na medida da necessidade e teríamos, por um período pequeno, a nossa cota vegetal com investimento menor do que o custo de se adquirir produtos sem agrotóxicos. Não sei se há pertinência no comentário, mas é a conclusão que chegamos após a experiência própria.

Responder
Avatar
Flavia 28 de novembro de 2015 - 23:18

Parece bastante pertinente sim….Interessante!

Responder
Avatar
Maria Jose Batista 13 de abril de 2015 - 08:44

Gosto também refogada, temperada com alho douradinho; a couve, principalmente associada ao sal, aumenta a pressão arterial …
Já o alho cru, apesar de aumentar a temperatura, abaixa a pressão arterial 🙂
Portando alho cru e couve, pricipalmente crua, é mesmo tudo de muito bom

Responder
Avatar
Maria Jose Batista 13 de abril de 2015 - 08:09

Couve, também chamada ”carne” vegetal;crua, com gotas de limão, é tudo de muito bom : ) … : D

Responder
Avatar
Isaac Branco 9 de abril de 2015 - 22:27

Materia muito interessante , gostaria de receber mais informações de outras alimentações e onde encontrar mais ,

Responder
Avatar
joao batista de oliveira 8 de abril de 2015 - 22:06

gostaria de tar mais informaçoes sobre a couve

Responder
Avatar
qzali 14 de julho de 2015 - 19:49

A couve melhora a propriocepção das articulações humanas e com isso o desempenho no sexo háptico é superior. Obrigado por poder informar.

Responder
Avatar
Paula 28 de março de 2016 - 14:42

Sexo háptico? Onde posso pesquisar sobre este assunto? Obrigado

Responder
Avatar
Socorro franco 7 de abril de 2015 - 15:10

A muitos anos atrás curei uma Gastrite Crônica e aguda e um dos meus remédios foi o sumo da couve tomava todos os dias em jejum um copo durante um mês, assim como água do oriço da Castanha do Pará e com certeza DIETA ALIMENTAR.

Responder
Avatar
Oliva Junqueira 6 de abril de 2015 - 13:35

Ao couve!
sarei de problemas gástricos tomando seu suco.

Responder
Avatar
laudelino silva alves 4 de abril de 2015 - 16:48

Adoro couv e, nao sabia valor nutritivo contem a couve… agora mais que nunca. na mesa couve. obrigado.

Responder
Avatar
Zita Lopes da Silva 28 de fevereiro de 2015 - 19:13

Olá gostaria de saber quantas gramas de couve devo ingerir por dia para substituir a carne. Aguardo retorno, Att Zita

Responder
Avatar
maria rosa 27 de fevereiro de 2015 - 20:04

couve, hortela e agua de coco, refrescante, saudável, delicioso

Responder
Avatar
PAULO ERNI WERLANG 1 de fevereiro de 2015 - 17:25

Muito boa a matéria, a boa informação para melhorarmos a boa nutrição.

Responder
Avatar
Frida Anni Raber 31 de janeiro de 2015 - 21:27

Gostei muito das informações sobre as propriedades da couve. Gostaria de receber opções de receitas de preparo para um melhor aproveitamento. Agradecida pela atenção.

Responder
Avatar
Cida Reolon 4 de junho de 2016 - 05:14

Adoro couve faço salada,refogada , refogado com farinha de milho, é uma delícia!é também suco!!!

Responder
Avatar
alita barth 31 de janeiro de 2015 - 21:09

gosto muito de couve, gostaria de receber mais receitas e dicas, sobre como preparar a couve ok muito obrigada

Responder
Avatar
maria jose pereira 26 de janeiro de 2015 - 18:53

EU ACCREDITO QUE A COUVEE E O VERDADEIRO BIFE VERDE,,,,,, LEMBRANDO QUE O IDEAL E USAR MUITAS FOLHAS PENA QUE HOJE A BETERRABA, COUVE FLOR , CENOURA BROCOLIS,,,SAO VENDIDOS SEM AS FOLHAS

Responder
Avatar
marcia 22 de janeiro de 2015 - 11:54

adoro couve como toda a semana,,muito bom mesmo.

Responder
Avatar
Fernanda Vargas 10 de janeiro de 2015 - 14:54

Sei bem disso! Cultivo orgânicos, folhas, frutas e alguns legumes! Vendo bastante e tenho fregueses fiéis. É outra coisa a gente consumir comida sem agrotóxicos!

Responder
Avatar
Nuna 24 de novembro de 2015 - 23:29

Ola!
Adorei o artigo,pois alem de fazer o suco verde todos os dias com a couve tb planto no meu sitio,mas os pulgões pragas maleditas, Acabam com a minha produção,vc teria alguma dica natural pra extermina-las please.
Obrigada

Responder
Avatar
Beth 29 de maio de 2016 - 18:30

Ola tb cultivo a minha couve e sofro com pulgões mas recebi uma receita que compartilho aqui com vcs!
1 litro de agua
2 colheres de agua sanitaria
1 colher de vinagre!
2 gotas de detergente ,
Pulverize essa mistura uma vez por semana!

Responder
Avatar
LUZIA ZERNERI VERAS 23 de junho de 2016 - 11:58

FICO MUITO FELIZ DE VER SUA MUDANÇA…ESTOU NESTA TRANSIÇÃO NO MOMENTO…MAS EU NUNCA GOSTEI MUITO DE CARNE, ENTÃO NÃO ESTA SENDO DIFÍCIL …ADORO O PLANETA EM QUE VIVO E OS ANIMAIS.

Responder
Avatar
Carla Martins 10 de agosto de 2016 - 22:30

Oi Beth, água com sabão de coco.
1L de áqua para cada 150 grs de sabão de coco.
Dilui em água quente e depois mistura com o resto da água. Bjus

Responder
Avatar
Gilmar Gaúcho. 18 de agosto de 2016 - 13:45

Não pode, isso mata os “animais” e os ruminantes ficarão bravos, afinal de contas são “seres humanos que devem voltar para gaya”.

Responder
Avatar
Life 3 de abril de 2017 - 00:59

Olá, ferva folhas de arruda e pulverizar a plantação creio que uma a duas vezes na semana. Outra, bata o alho no liquidificador com água (2 litros para cada dente). Em seguida pulverize as plantas atacadas. Não use sobre feijões, pois o alho inibe seu crescimento.

Responder
Avatar
Dinah Caixeta Guimaraes 12 de dezembro de 2014 - 22:09

Eu como couve sempre,mas gostaria de saber como cultiva-la.

Responder
Avatar
SEBASTIÃO MOREIRA DE BARROS 20 de maio de 2014 - 18:15

Lendo alguns comentários neste site , notei a forte tendencia ao comodismo que representa o tabu maldito de consumir pedaços putrefatos de animais , agindo como verdadeiras hienas. O mais degradante que são hienas de paletó ( título do meu próximo livro ) , pois são pessoas que se credenciam em ótimas faculdades e que não hesitam em depositar no delicado estômago , os restos cadavéricos de ruminantes, quando deveriam depositá-los no seio da terra, para que a mesma transformasse morte em vida . Outrossim, cada kilo de carne consumida equivale a 600 cigarros fumados, tendo em vista a quantidade de benzopireno equivalentes. Nota : o benzopireno é o mais poderoso dos cancerígenos. Já os hormônios da carne tornam machôes interessados em salões de beleza !

Responder
Avatar
Déa Januzzi 25 de fevereiro de 2014 - 11:19

Maya, seria bom divulgar as feiras de orgânicos nas cidades. Aqui, em BH, há muitos anos compro orgânicos com a Mônica, que é uma engenheira agrônoma, formada pela Universidade Federal de Viçosa . Ela planta em Sarzedo, na região metropolitana de BH e vende às terças-feiras na Rua Cláudio Manoel, do lado da padaria Bonnome. E às sextas-feiras cedinho na Praça JK, na Avenida Bandeirantes. E aí, no Rio de Janeiro, você sabe aonde?

Responder
Avatar
Julia Thereza Gadonski Avila 25 de fevereiro de 2014 - 01:04

Gosto muito de couve. Faço suco e tbem refogada.

Responder
Avatar
Jornalista Maria Cavalcanti 23 de agosto de 2013 - 11:01

Carne do futuro é a mesma do passado e do presente: peixes, frutos do mar, galinha, peru, carneiro, boi, vez que assim fomos todos muito bem criados, muito bem alimentados e – assim como nossos filhos – somos altos, belos, saudáveis e de corpo perfeito!

Responder
Avatar
Beatriz 29 de agosto de 2015 - 08:23

NCarne do futuro, neste contexto, está se referindo a substituição da proteína animal pela vegetal. Hoje é sabido que é perfeitamente possível mantermos uma dieta saudável, completa, sem o consumo de produtos de origem animal. Adeptos do veganismo, já se beneficiam de uma complexa gastronomia, repleta de ingredientes sofisticados, inclusive, é altamente nutritivos, com elevado valor proteico. Há muita informação a respeito para quem pretende aprofundar-se neste assunto. Com relação à nutrição, portanto, pode-se perfeitamente ter uma alimentação saudável sem consumir produtos animais.
Mas a questão vai mais além da mera nutrição. Tem a ver diretamente com sustentabilidade, como o artigo bem menciona, citando o agronegócio como o maior responsável pelo desmatamento, ou seja, pelo aquecimento global. Outro aspecto é a crueldade a que são submetidos os animais destinados às indústrias criadoras de carne, ovos e lacticínios em geral.

Responder
Avatar
Gustavo 26 de novembro de 2015 - 23:13

Concordo plenamente. É um assunto que gera muita polêmica. Muitas pessoas ñ enxergam ou melhor, ñ se informam, dos danos causados ao meio ambiente pelo consumo dos produtos de origem animal. Existem muitas pesquisas disponíveis que apontam que doenças modernas são causadas pelos modo como nos alimentamos, produtos de origem animal (taque cardíaco, câncer, derrame) metais pesados são encontrado nos peixes, frangos hormonizados…eu era carnívoro, nascido e criado em uma família assim, mas um dia percebi que eram apenas hábitos passados de geração em geração. E como foi difícil sair da minha zona de conforto e mudar meus hábitos. Hoje vejo isso como um ato ético e político.Eu consigo ver além de tudo, a unidade entre tudo e todos. Na minha cabeça ñ consigo entender pq nós “teres-hunanos” temos que explorar tanto outros seres que têm o mesmo direito de viver neste planeta como nós, causando-os tanto sofrimento e extinções, transformado vidas em business. Esse é meu novo ponto de vista, e sou muito grato por eles. E qnd vejo pessoas falando que é normal, que sempre foi assim, que estamos no topo da cadeia alimentar e outras informações que ñ me convencem, lembro de mim no passado, cheio de ignorância e prepotência. “Menos de mim, mais do outro. Love and peace.”

Responder
Avatar
Christopher Joseph do Prado 17 de maio de 2016 - 22:19

Faço das suas palavras as minha amigo, concordo com tudo o que disse,só que pra mim foi fácil superar a falta da carne e olha que aqui em casa era mais fácil faltar arroz e feijão do que a carne, fui carnívoro por praticamente 20 anos interruptos (vou dizer 20 porque não me lembro se comia tanta carne antes dos 8 anos de idade) o legal é que além de mim ter entrado nessa as pessoas aqui em casa entraram nessa também, eu parei de tudo com a carne meu pai mãe e irmã ainda comem mais diminuíram muito, pretendo deixar o leite de lado agora xD 7 meses sem a carne mais o menos!

Responder
Avatar
Suzana 4 de agosto de 2016 - 10:22

Boa Christopher!!

Avatar
Miriam Charlier 16 de maio de 2016 - 15:25

Nosso futuro será o consumo só de vegetais e mais adiante (alguns milhares de anos), mas hoje ainda precisamos de um consumo minimo de proteína animal.O nosso organismo ainda não está evoluído o suficiente para aproveitar a proteína vegetal. Ainda carecemos de certas enzimas necessárias.Não precisamos exagerar, somente a quantia necessária para nossa manutenção. Precisamos ser realistas. Ainda somos carnívoros. E a supressão total da carne acarreta anemia ferropriva e outros aminoácidos essenciais aos humanos. Tenho o maior respeito pelos animais e gostaria de já não precisar mais deles para me manter saudável. E ser vegetariano não quer dizer que somos evoluídos,pois Hitler era vegetariano e olha a criatura do mal que era.Mas é muito válida e bonita a intenção de vocês,mas por enquanto somos carnívoros,por mais que tentemos negar ou teimar contra.

Responder
Avatar
Fernando 24 de junho de 2016 - 06:51

*Onívoros XD (de carnívora só tens 4 dentes :P)

Responder
Avatar
Mauro Matzembacher 24 de junho de 2016 - 09:06

Cara Miriam Charlier, com todo respeito às suas ponderações sobre a necessidade de proteínas e outros nutrientes que, segundo sua análise, seriam encontrados somente nos produtos de origem animal, tenho que contrapor suas infirmações equivocadas informando-te que, segundo as mais renomadas instituições médicas e nutricionais do planeta discordam totalmente dessas tuas afirmações, tendo em vista inúmeros pareceres que já divulgaram a favor das dietas vegetarianas restritas, tais como FAO/ONU, OMS, MS – Ministério da Saúde Brasil, Comitê Médico para Saúde Responsável (PCRM-EUA) que tem mais de 150 mil médicos e civis associados nos EUA e, desde 1985, defende uma medicina mais responsável e ética, e isso inclui a divulgação da importância da nutrição preventiva – em vez da prática de receitar drogas aos pacientes para corrigir problemas que poderiam ter sido evitados através de uma alimentação correta e vegetariana restrita, ADA – Associação Dietética Americana, Associação Dietética Canandense, Espanhola, Francesa e Alamã, NASA, entre tantas outras. Estas informações estão largamente disponíveis nas redes para qualquer cidadão do mundo, com vontade de sair dessa insana e macabra zona de conforto ao pesquisar e abolir de vez a dor, sofrimento, morte e exploração dos nossas irmãos de planeta. esta formatação medieval da necessidade de ingerir as entranhas de animais para suprir nossas necessidade nutricionais já não faz mais parte da lógica de uma sociedade que busca a evolução deste planeta de forma pacífica. Ab.

Responder
Avatar
Carla Martins 10 de agosto de 2016 - 22:18

Creio que aqui ninguém está tentando negar nada, ou esconder o sol com a peneira.Sim ainda se come absurdos kilos de carne diariamente e por pessoa mesmo, e sim ainda vamos continuar comendo muita carne por muito tempo, até porque, ninguém pretende matar todos os carnívoros para que não se coma mais carne no mundo, única forma de não se matar mais nenhum animal.
Cabe salientar para os que acreditam na ciência da evolução, que os símios que chegaram ao pico da evolução, dando , assim, origem à nós homens de hoje, só sobreviveram por comerem raízes, conseguiram se adaptar de escassez de alimentos, inclusive de animais.Não estou dizendo aqui, que os carnívoros acabariam morrendo caso a carne no mundo não mais existisse, mas que seria bem difícil para os extremamente carnívoros sobreviver isso seria.
Outro fato a se observar, e os vegetarianos presentes aqui podem me desmentir se assim acharem cabido, é que ao diminuir ou parar de se ingerir carnes(todo tipo de carne), acaba-se descobrindo novos tipos de alimentos, novas formas de fazer os alimentos e sim, acaba-se comendo mais vegetais, legumes e frutas.É sabido que os carnívoros tendem a comer bem menos do que o necessário de vegetais, legumes e frutas do que o necessário para manutenção da saúde humana, exatamente por se empanturrar de arroz feijão e bife (prato quase unanime entre os brasileiros). É tanto carboidrato que estufa e enche e tanta carne, que é um alimento de difícil digestão, quem mal sobra para os legumes e verduras.Pior quando a carne é inserida na dieta das crianças de forma frita ou assada, ainda quando muito pequenos, como é mais suculenta é bem óbvio que não queiram comer os legumes e verduras que depois os pais tanto sofrem para fazer com que comam, pois os médicos e os próprios pais sabem bem que isso é o melhor em termos de alimentação.
Outra coisa é que depois de ficar um tempo sem ingerir carne, não sei os aqui presentes, mas eu, pelo menos, senti diferença inclusive no meu paladar e na minha capacidade de sentir cheiros, cheguei ao ponto de sentir cheiro de farinha de trigo e nem sabia que a farinha de trigo tinha cheiro.
Mas para mim é o seguinte, quer comer carne coma, quer ser vegetariano seja.Cada um sabe o que faz com a própria vida e com o próprio corpo, só depois não tem o direito de reclamar, a plantação é a sua escolha, mas a colheita é obrigatória.
Abraços, bom apetite.

Responder
Avatar
Maria Cláudia Gurgel do Amaral 21 de junho de 2016 - 16:31

É , Beatriz, às vezes é preciso desenhar…

Responder
Avatar
Thomas E. Brokaw 26 de junho de 2016 - 00:36

isso mesmo Beatriz, imagine VC que em 2015 so a Sadia aqui no Brasil, abateu uns tres milhoes de frangos por dia, e 350 mil suinos tmb diariamente!!! imagine so o trabalho que da, desmatar o cerrado & florestas pra cultivar milho e soja trangenicas,pra alimentar esse No. absurdo do “Agro-Negocio! e a agua que consomen?… pois e nossa agua esta sendo desviada pra sustentar esta Loucura Absurda! So pra alimentar frangos e suinos que sao exportados pra os Chineses, os Zarabes e a Zoropa ^^^ boa sorte pra nos

Responder
Avatar
Miriam 17 de agosto de 2016 - 14:15

BBoa Beatriz!
Nota zero a quem se declara perfeito e com corpos perfeitos (sua família)atribuindo a isso o “comer bichos” necessariamente.
Aproveito pea parabenizar a pessoa q fez tal declaração, completando q “corpo perfeito”..é só o q essa pessoa tem (por enquanto )…E MAIS NADA ALÉM DISSO.

Responder
Avatar
DIVINA VENÂNCIO 18 de agosto de 2016 - 17:17

Não sou veganista, nem vegetariana ainda (infelizmente), mas me assusta uma pessoa que se identifica como JORNALISTA (suponho nesse caso alguém bem informada), fazer um comentário tão raso e sem argumentação nenhuma. Prefiro acreditar que foi por deboche do que achar que uma pessoa graduada não tenha entendido a matéria!!!

Responder
Avatar
Caren Penaloza 10 de maio de 2016 - 14:00

No meu caso a alimentação animal só trouxe malefícios Jornalista. Muito pelo contrário do que você afirma que sempre foi assim e por este motivo temos tantas doenças relacionadas com esta dieta ultrapassada e influenciada por um mercado bilionário que dita como verdade uma só forma de vida saudável. Devido a isso tenho diabetes, colesterol alto e triglicerideos altíssimos, pressão arterial alta e consequências destas doenças muitos outros sintomas na pele como alergias, rinites congestão nasal pelo consumo de leite. Então só me tornei realmente saudável quando virei vegetariana pois não aguentava mais tantos remédios de uso contínuo. Se informe sobre síntomas que você deve ter como dor de cabeça inchaço abdominal e tantos outros e veja que é possível viver uma alimentação vegetal orgânica sem carnes ou derivados como o queijo que até vitiligo causa.

Responder
Avatar
Aparecida de lima 15 de maio de 2016 - 23:15

Couve não vivo sem , cultivo em minha horta sempre fresquinha amoooo

Responder
Avatar
Malu Correa / 17 de maio de 2016 - 12:47

Pretensão e água benta, qualquer um que não tenha conhecimento, usa a vontade, principalmente quando o ego é maior do que a conciência!

Responder
Avatar
bruna 17 de maio de 2016 - 17:33

Pessoa chata!

Responder
Avatar
Felícia Koch 12 de junho de 2016 - 18:28

Ola. concordo plenamente…experiência própria, fiz tratamento p/ câncer durante um ano e não comi nenhum tipo de carne, neste períudo, apenas tomei todos os dias um copo grande de suco de couve antes do almoço. Não tive anemia….e nem falta de apetite. obrigada.

Responder
Avatar
Shirley 26 de junho de 2016 - 12:32

Felícia, a questão é que aves e gado, caprinos e suínos recebem altas doses de hormônios para darem lucro aos seus criadores e produtores. E este acréscimo no organismo humano tem causado danos.

Responder