Prêmio merecido para uma jornalista excepcional

Por Maya Santana

Déa Januzzi é filha do lendário Guará, do Atlético mineiro

Uma das jornalistas mais talentosas do país, a mineira Déa Januzzi, 60 anos, foi a vencedora do Prêmio Longevidade de Jornalismo Bradesco Seguros, mídia impressa, com a reportagem “Envelhecemos!”, publicada no jornal Estado de Minas de 30 de setembro. Na reportagem, feita em conjunto com a excelente repórter Vanessa Jacinto, foi criado um cenário imaginário em 2050, ano em que haverá, segundo as estatísticas, maior número de idosos do que jovens. O texto, de grande sensibilidade, espalha-se pelas oito páginas do suplemento especial criado para comemorar o Dia Internacional do Idoso.

“Este prêmio é muito importante, pois tira os velhos da invisibilidade e ajuda a diminuir o preconceito porque, como mostram as maravilhosas Bibi Ferreira, 91 anos, e Jane Fonda, 75 anos,existe um jeito novo de envelhecer. Nós, que estamos chegando aos 60 e fizemos a revolução dos costumes, temos que fazer a revolução da velhice também”, me disse Déa emocionada, após receber o prêmio em São Paulo, numa cerimônia em que tanto Bibi quanto Jane Fonda arrasaram.

Tive o privilégio de trabalhar com Déa Januzzi no Estado de Minas durante vários anos, na década de 1970. E sempre me impressionou a sensibilidade de artista de Déa, que nasceu em Belo Horizonte e construiu sua carreira no jornal mineiro, para onde entrou assim que se formou na Universidade Federal de Minas Gerais, em 1974.

Na redação, foi logo adotada pelo jornalista e escritor Roberto Drummond (1933-2002), a quem esteve ligada por uma profunda amizade até a repentina morte dele. Detentora de vários prêmios jornalísticos, ela também é autora do livro “Coração de Mãe” – Editora Leitura, 2003. Déa tem um filho, Gabriel, que serviu e serve de inspiração para muitas de suas memoráveis reportagens.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





2 Comentários

ELZA CATALDO 30 de novembro de 2012 - 10:05

Parabéns, Déa! Sua trajetória é realmente linda e merece ser muito premiada. Abraços, Elza.

Responder
Déa Januzzi 29 de novembro de 2012 - 19:22

Nossa, Maya, muito obrigada por estar destacada no seu blog maravilhoso. Você não iamgina Maya como foi bom ouvir Bibi inteira aos 90 anos e estar perto de Jane Fonda, que aos quase 75 está mais bela do que nunca, a Barbarella de sempre, a falar desse novo tempo da vida que ela chama de Terceiro ato. Foi emocionante, amiga. Beijos e sucesso
Déa

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais