Problemas que cada tipo de sapato pode causar

Por Maya Santana
Especilista explica o que deve ser levado em conta na hora de comprar sapatos

Especilista explica o que deve ser levado em conta na hora de comprar

O Zero Hora fez esta matéria que toda mulher deveria ler. O jornal gaúcho ouviu um especialista em análise de calcanhar que analisou ponto por ponto o que deve ser levado em consideração em cada tipo de sapato na hora de comprá-los.

Leia:

Com as temperaturas mais quentes chegando, as mulheres tendem a tirar as sandálias do guarda-roupa e começarem a usar sapatos mais abertos. Mas usar continuamente saltos finos e altos pode causar o encurtamento das fibras e dos músculos das panturrilhas, explica o técnico em baropometria (análise do caminhar) Jefferson Selaimen Machado.

Entre as consequências que o uso frequente dos saltos pode trazer, indica o especialista, estão as deformidades nos joelhos e nos dedos do pé, os problemas de postura e as dores. Se o uso do salto for inevitável, a recomendação é optar pelos calçados largos e quadrados, tanto na parte anterior quanto a posterior, ou usar plataformas, além de revezar com um salto mais baixo.

Anabela - o pé não pode escorregar para a frente

Anabela – o pé não pode escorregar para a frente

Anabela: deve-se observar a largura da base do calçado, pois, se for muito estreito, existe a possibilidade de uma torção do pé. É importante verificar a diferença entre o calcanhar e a parte da frente do pé em razão da altura do salto. Quando a altura for superior a quatro centímetros, o pé não deve escorregar para frente, pois as tiras da sandália irão formar uma pressão no pé, diminuindo a circulação sanguínea. Soluções: adotar o uso de uma palmilha em gel no apoio da ponta dos dedos para dar absorção de impacto e firmeza ao pé, evitando o deslocamento para frente.

Boneca - É outro tipo de sapato que precisa de atenção

Boneca – É outro tipo de sapato que precisa de atenção

Boneca: este perfil proporciona um apoio no peito do pé, em geral, regulado por uma fivela, o que permite o uso em pés finos e mais espessos. Caso o pé se movimente, pode gerar pressão na tira da fivela e isso pode ser ajustado com o uso de uma palmilha específica para cada pé.

Cuidado com esse estilo se você tem pés finos

Cuidado com esse estilo se você tem pés finos

Peep-toe: neste tipo, a parte que segura o calçado é a gáspea, que circunda os dedos. Cuidado: quando utilizado por pés muito finos, podem ultrapassar a base que dá firmeza e, assim, impulsionando os dedos para frente. Solução: uso de uma palmilha chamada “meia pata”, com a finalidade de absorção de impacto no apoio das cabeças metatarsianas. Isso irá proporcionar mais conforto e equilíbrio.

Nesse, deve-se ter cuidado com o bico

Nesse, deve-se ter cuidado com o bico

Plataforma: aplicam-se as mesmas recomendações do tipo Anabela. Detalhe: na plataforma, devemos ter o cuidado com o bico do sapato, pois deve ser em curva para facilitar o “balanço” do pé e tornar o caminhar mais suave. Clique aqui para ler mais.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais