Protesto contra estupro

Por Maya Santana

Ativistas do grupo ucraniano Femen escolheram a estátua da Vênus de Milo, dentro do Louvre, em Paris, para um ruidoso protesto contra o estupro de uma mulher da Tunísia. A mulher teria sido estuprada por dois policiais. Agora, pode ir a julgamento, acusada de “conduta indecente”. Inconformado, o grupo de jovens, de topless, deu o seu recado


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais