Psicóloga vira patrocinadora de jovens artistas

Por Maya Santana

Judith Vero, quase 71 anos, encantada com o protegido

Marcelo Moura

Sentada no escritório de casa, diante do computador, a psicóloga Judith Vero assiste a um vídeo do músico Thiago Bertoldi. Ele toca, ao piano, a sonata “Waldstein”, de Ludwig van Beethoven. Ela acompanha com os olhos fixos. Cantarola. Seu corpo antecipa os movimentos do músico na tela. Os ombros se contraem para cima, as mãos dedilham delicadamente o ar. “Essa não sei tocar”, diz. “Mas ele ensaiava aqui na sala de casa.” Ajudado por Judith, Bertoldi, filho de um caminhoneiro e de uma dona de casa, formou-se pianista pela Academia de Música Franz Liszt, de Budapeste, na Hungria.

Judith é um mecenas, figura tão discreta quanto importante na história da arte. Com o apoio do mecenas Ferdinand von Waldstein, Beethoven compôs obras eternas. Agradecido, dedicou a ele uma sonata – aquela tocada, dois séculos depois, por Bertoldi.

Thiago formou-se pela Academia de Música Franz Liszt, Hungria

Mecenas é o patrocinador de um talento artístico. A palavra vem de Caio Mecenas, político romano que, no século I a.C., apoiou poetas como Horácio e Virgílio. Não há perspectiva real de retorno financeiro, pois nunca se sabe aonde pode chegar o talento e o reconhecimento de um artista. O mecenas age guiado por seu instinto e pelo prazer de fomentar a arte. Judith identificou o potencial de Bertoldi assim que o ouviu, em 2007, em São Paulo. “Na hora, pensei: ‘É um talentaço!’

Havia alguns meses, ela buscava, em pequenos concertos, jovens que pudesse apoiar. Realizada pessoal e financeiramente, perto de fazer 70 anos, Judith escolhera o mecenato para ocupar o vazio deixado por várias perdas. O pai morrera no ano anterior, assim como o cão de estimação. O filho único mudara-se para o exterior, levando o neto. Ao mesmo tempo, Judith terminou o doutorado em psicologia. “O que eu faria até a hora de morrer? Não me conformo em fazer tricô e jogar damas”, diz. “Queria me manter ativa e não sabia como.” Leia mais em www.epoca.com.br


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





1 Comentários

www 9 de julho de 2015 - 09:24

Thankyou for helping out, superb information.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais