Quer envelhecer bem? Evite estes sete erros

Por Maya Santana
Envelhecer bem é uma arte que faz certas exigências

Envelhecer bem é uma arte que faz certas exigências

Huffington Post

Quando o assunto é a vida após os 50 anos, não há escapatória: há os que estão envelhecendo e os que estão envelhecendo bem. Estamos falando daqueles sortudos que, como um vinho, parecem melhores a cada ano que passa, enquanto outros vão aprendendo por tentativa e erro.

Coragem, alunos da escola da vida. Essas pessoas não estão envelhecendo melhor, mas sim de um modo mais inteligente. O segredo não está necessariamente no que elas estão fazendo: está no que deixam de fazer. Com a expectativa de vida aumentando em todo o mundo, essa é a época ideal para cuidar da nossa aparência e nosso bem-estar.

Nós listamos algumas das coisas que essas admiráveis pessoas maduras estão evitando. Confira a lista:

Usar muita maquiagem
À medida que o tempo passa, você pode se sentir tentada a abusar da maquiagem para parecer mais jovial. Porém, não há nada de bonito em uma base carregada ou em cílios pesados de rímel. A maquiagem deve realçar sua beleza natural, não escondê-la. Mireille Guiliano, autora de “Os Segredos das Mulheres Francesas”, ressalta a importância de uma maquiagem leve e natural. “Pare de tentar se vestir como sua filha ou com suas roupas de antigamente… Pegue leve na maquiagem. À medida que envelhecemos, o excesso de maquiagem nos deixa com aparência pior. Pense três vezes antes de chamar atenção para suas rugas”, recomenda a autora à Parade Magazine.

Exagerar no consumo de sal
A pressão alta é um dos muitos problemas que podem surgir com a idade. Na verdade, cerca de dois terços dos americanos acima de 60 anos sofrem desse mal, de acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos EUA. Uma dieta rica em sódio é um gatilho. Como um envelhecimento saudável não depende apenas de fatores externos, devemos cuidar bem do nosso interior também. A hipertensão pode levar a graves consequências como ataques cardíacos, derrames e queda do funcionamento cognitivo. Portanto, não coloque sal demais nas suas refeições e passe longe de qualquer coisa com mais de 20% da dose diária recomendada de sódio.

Negatividade
“Mantenho distância de pessoas, coisas e lugares negativos. Me mantenho positiva e grata pelo que tenho”, contou a centenária Daisy McFadden à revista Forbes. Se o testemunho de Daisy parece pouco, saiba que inúmeros estudos já provaram que pessoas positivas tem menor tendência a sofrer perdas neurológicas e suas vidas são mais felizes. O Huffington Post publicou um artigo sobre uma pesquisa de 2011, que revelou que idosos felizes têm um risco de morte 35% menor do que os infelizes. Pessoas otimistas também sofrem risco menor de desenvolver problemas coronários, de acordo com uma pesquisa de Harvard. Portanto, alegre-se! Um rosto tranquilo ganha menos rugas. Clique aqui para ler mais.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





11 Comentários

Roselene Hudson 10 de novembro de 2017 - 11:26

Hj aos 54 anos, sou uma jovem mulher madura, feliz, sei o q quero e o q gosto.
Prático atividade física 6 vzs por semana, somente por motivo de saúde e se Deus quiser que eu paro!! Mas ele não quer q eu pare! Há 3 anos me tornei uma corredora e convido a todos para essa prática maravilhosa! A sensação q a corrida traz é indescritível, só correndo pra sentir
Portanto, agradeço a Deus todos os dias pela minha saúde e jovialidade!! Q venha os 5.5!! Amém

Responder
Lujan 9 de novembro de 2017 - 17:37

Pena que só deu pra ler “3 erros”…

Responder
Maria de Fatima Ignacio 10 de novembro de 2017 - 09:51

Parabéns pela maneira educada que respondeu para Lujan. Sabe ser profissional! Sucesso.

Responder
Rosalia Maria Simões Alves 9 de novembro de 2017 - 17:10

Engraçado como falamos tanto em envelhecer. Um processo natural. Meu pai tem 86 anos e morou so ate ano passado. Resolve seus problemas, faz conta com lapis e papel, ler a Biblia, qdo quer sair pede um uber e vai embora. Nao consigo ve lo como velho. Nunca fumou, bebeu com moderação, homem da roça, acostumado a comer farinha com rapadura e feijão. Estou com 53 anos e sigo minha vida tendo como base meu pai. Sempre pensei quem não quer envelhecer, morra. Faço atividade fisica, cuido da aparencia, preservo minha mente e procuro conexão com Deus. Curto meus filhos, netos e marido. Casei esse ano novamente. Como falava meu professor. O que se leva dessa vida é a vida que se leva! Tudo passa muito rapido, entao vivamos bem garotas! Bjos!!!!

Responder
adenilce santa rita 11 de agosto de 2015 - 07:07

Antes envelhecer para mim era um bicho de sete cabecas. Hoje vejo que se vc pendar direitinho, envelhecer é a forma como vc ve a vida. Este mes estou indo para a casa dos 60 anos mas nao me sinto como tal nem em espirito nem físicamente. Me sinto otima. Tenho bastante disposicao e amo praticar esportes radicais pois so vivemos uma vez e temos que fazer o que gostamos.

Responder
divam lopes do amaral 10 de agosto de 2015 - 19:54

Valeu a pena saber que ainda estou vivo com 73 anos de idade e saber que o dia de amanhã terá sido uma benção.

Responder
Tânia Maria Machado 10 de agosto de 2015 - 18:23

Envelhecer e inevitável… devemos envelhecer com qualidade. .
Estou amando meus 51.anos

Responder
Jonas Teixeira Gonçalves 5 de julho de 2015 - 17:37

Sou um jovem, 62 anos bem vividos, apesar de que, os muitíssimos compromissos assumidos desde adolescência, nao me privaram em nada, acumulava varios cargos, entre eles… escrivão, tabelião de notas e de protestos, secretario de ONG, promotor de eventos sociais e desportivos…produtor rural…cafeicultor, sempre cumulados……mas, o tempo nao se cala as suas peripécias, nos cobra e o preco nao e pequeno…. Além de varios procedimentos, em virtude da ..cigarrada…de 45 anos, levou me a tres infartos e ha quatro anos o ultimo seguido de uma doença renal crônica e em consequência, hemodiálise e dialise…..mas, Deus conservou me, com tratamentos constantes no Hospital Socor e Clinica de Bh….me arrefeci de todos os procedimentos…sarei, curado e permanecendo a cada 90 dias aos tratamentos e acompanhamentos ditados pelo dr. Mário Mafra e dr. Epatomenides, com a atenção da esposa e familiares que souberam a tudo aceitar e sempre presentes estao….esqueci de vez aquela depressão comum a todos, longe de mim, mas, a certeza de que, Com Qualidade De Vida, continuemos a nossa prestação de contas com Deus e jamais abandonando o compromisso social a que me foi submetido por Deus, a ele, toda honra e toda gloria…..estamos juntos,agradecendo a todos que por mim oraram e me acompanham nessa vida……

Responder
Joanice Antunes 7 de janeiro de 2018 - 00:23

Parabéns seu Jonas pela sua força e vontade de estar bem.muita saude paz e amor.

Responder
yvone 27 de fevereiro de 2015 - 17:33

Muito se fala sobre alimentação, exercícios físicos, cirurgias plásticas; mas pouco se fala sobre o efeito que um olhar otimista pra vida pode ter.
Sou uma mulher que curte se cuidar e assume isso. Nada exagerado gosto do que é bom e assumo isso. Às vezes faço dieta, mas nada radical que me faça deixar de tomar minha cervejinha que eu tanto adoro ou comer um chocolate de vez em sempre.
Eu seria hipócrita se dissesse que não me preocupo com os quilos a mais, com a aparência da minha pele, com os cabelos brancos que tento esconder. Mesmo porque, se não me preocupasse eu nem estaria comentando esse assunto.
Mas, acredito também que a auto-estima e a alegria de viver em alta contribuem muito mais com a beleza do que estar no peso ideal.

Responder
Luzinete 8 de fevereiro de 2015 - 18:39

Não tenho medo da velhice. Minha alma não envelhece pois estou de bem comigo.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais