fbpx

Rio prepara-se para inaugurar o Museu do Amanhã

Por Maya Santana
Depois de pronto, o Museu ficará assim

Depois de pronto, o Museu ficará assim

Depois do espetacular Museu de Arte do Rio – MAR -, no centro da cidade, e da fantástica Casa Daros, em Botafogo, o Rio de Janeiro prepara-se para inaugurar mais uma obra de vulto na área cultural: o Museu do Amanhã, situado na região portuária, que deve ser aberto ao público neste semestre.

Leia os detalhes do novo museu neste artigo de O Globo:

Os contornos da construção sustentável e de arquitetura arrojada do Museu do Amanhã, uma das âncoras culturais do projeto Porto Maravilha, já começam a aparecer quando se lança o olhar por trás das grades que cercam o canteiro de obras do Píer Mauá. Mas um passeio pelo interior do futuro espaço dedicado às ciências, com 15 mil metros quadrados de área construída, revela ainda que o ritmo das obras é acelerado, 24 horas por dia. São mil funcionários — entre operários, engenheiros, seguranças e pessoal administrativo — encarregados de cuidar de cada detalhe, para que o museu seja inaugurado no primeiro semestre de 2015. O prefeito Eduardo Paes quer incluí-lo entre os presentes que a cidade vai receber pelos 450 anos de fundação:

— O meu desejo é entregar o museu no dia 1º de março. Pedi que persigam essa meta. Queria cantar o parabéns para você para o Rio ali.

Depois de vários desafios vencidos, José Renato Ponte, presidente da concessionária Porto Novo, responsável pela obra, dá a boa notícia de que 70% dos serviços estão concluídos:

— Esse prédio é uma obra de arte. Os desafios começaram ainda na fundação. Imaginávamos usar mil estacas, mas foram necessárias 2.500 para suportar o peso. Só a cobertura metálica pesa 3.800 toneladas. De concreto, são 55 mil toneladas, para fazer a estrutura do prédio e o piso externo do museu. Um edifício comum usa de 90 a cem quilos de aço por metro cúbico de concreto. Para construir o Museu do Amanhã, utilizamos 250 quilos. Além disso, as paredes da edificação têm angulações específicas, o que nos levou a ter que confeccionar fôrmas especiais de concreto. E a cobertura é como um lego (dividida em muitas peças).

MAR - Museu de Arte do Rio, inaugurado em 2013

MAR – Museu de Arte do Rio, inaugurado em 2013

VIZINHANÇA HISTÓRICA E BELA

Vizinho de beldades históricas e arquitetônicas — como o Morro da Conceição, o Mosteiro de São Bento e o Museu de Arte do Rio (MAR) — e com vista privilegiada da Baía de Guanabara, o museu branco neve leva a assinatura do arquiteto espanhol Santiago Calatrava. Com 320 metros de comprimento e 23 metros de altura, está sendo erguido num terreno de 35,8 mil metros quadrados, em meio a jardins, espelho d’água e área de lazer. A previsão é de que o museu receba de 350 mil a 400 mil visitantes em seu primeiro ano de vida.

O Museu do Amanhã é uma iniciativa da prefeitura e da Fundação Roberto Marinho, tendo o Banco Santander como patrocinador máster, além do apoio dos governos estadual e federal. O projeto, de R$ 215 milhões, é custeado pela venda dos Cepacs (Certificados de Potencial Adicional de Construção). O Santander destinou mais R$ 65 milhões ao museu, R$ 35 milhões para a implementação da exposição permanente e R$ 30 milhões para a operação e a manutenção do espaço por dez anos.

O formato alongado, mostrado em perspectiva de Calatrava — para alguns, de bromélia; para outros, de animal marinho e até de navio e mariposa —, ainda não se consegue visualizar. Porém, os números de cada estágio das obras mostram os avanços. No subsolo, por exemplo, 90% das instalações dos sistemas de infraestrutura que atenderão ao museu estão prontas. Clique aqui para ler mais.

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais