Setentão

Por Maya Santana

Caetano Veloso nasceu em 7 de agosto de 1942, em Santo Amaro da Purificação, Bahia

Roger Lerina

Caetano Veloso está longe de ser uma unanimidade. Sem papas na língua nem freios na pena, o músico baiano é um artista e um pensador que responde às provocações com declarações e textos contundentes e não raro polêmicos, posicionando-se sobre estética e política com uma veemência que lhe granjeia tanto admiradores quanto detratores. Fãs e inimigos, porém, concordam em coro: o cantor e compositor que completa nesta terça-feira 70 anos é uma figura incontornável da cultura brasileira contemporânea – e um criador corajoso.

Sem medo de dar cara a tapa, o setentão Caetano sempre arriscou-se a nadar contra a corrente, desafiar o bom gosto e abraçar o novo – com o entusiasmo e às vezes a temeridade dos muito jovens. Um sujeito que desdenha o conformismo e lança em 2006 um baita disco de rock básico chamado Cê, confrontando a própria velhice na faixa Homem: “Eu sou homem / Pele solta sobre o músculo / Eu sou homem / Pelo grosso no nariz”. Fonte: Zero Hora


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais