fbpx

Suco de laranja ajuda a emagrecer ou não?

Por Maya Santana

O que o suco faz é aumentar a sensação de saciedade

O que o suco faz é aumentar a sensação de saciedade

Sou uma grande consumidora de suco de laranja. Tomo alguns copos por dia. Por isso, tudo relacionado com esta bebida tão deliciosa me interessa. Este artigo foi escrito por Eduardo Tristão Girão do Portal Uai.

Leia:

Tem pipocado em manchetes pela internet e em conversas que o suco de laranja emagrece. Essa conclusão precipitada tem origem na recente divulgação de estudo feito na Faculdade de Ciências Farmacêuticas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), em Araraquara (SP). Na verdade, a ingestão da bebida não faz ninguém perder peso: o que ela provoca, de acordo com o estudo, é a liberação de hormônios e substâncias responsáveis pela sensação de saciedade e isso pode ajudar a reduzir e controlar o peso.

Intitulado “Saciedade e consumo alimentar após a ingestão de suco de laranja por indivíduos normais e com sobrepeso”, o estudo foi realizado entre 2012 e o ano passado pela professora Thais Borges César, auxiliada pelas alunas Aline Cardoso de Paiva e Ariane Voltolini e Paião. Com idades entre 20 e 40 anos, 20 homens e 20 mulheres compareceram ao laboratório em três ocasiões para ingerir suco de laranja natural feito na hora, suco da fruta pasteurizado (integral e sem açúcar, pasteurizado no laboratório da universidade, similar a um produto industrializado) e, por fim, uma solução com níveis correspondentes de água e açúcar, uma espécie de bebida-controle.

Depois do consumo de cada uma dessas bebidas, os voluntários tiveram amostras de sangue e urina coletadas para análise e passaram por avaliação subjetiva da saciedade e do consumo alimentar por 24 horas – foram utilizados como marcadores de saciedade a leptina, adiponectina, grelina, glicose e insulina, substâncias e hormônios presentes no corpo humano (não no suco) e estimulados pelo consumo da bebida. Após os exames de urina e sangue, foram coletados depoimentos dos voluntários (sobre a percepção deles de saciedade após o consumo do suco) e, a partir daí, Thaís e sua equipe analisaram os resultados dos testes.

Elas constataram que houve alterações de marcadores de saciedade (leptina, adiponectina, grelina, glicose e insulina) em função da ingestão do suco de laranja. A professora esclarece que a diferença entre o suco natural e o suco pasteurizado nos exames de sangue e de urina foi pouco considerável. A solução controle, de água e açúcar, serviu para comprovar, segundo ela, que o suco de laranja, como pensam muitas pessoas, não é apenas fonte de açúcar (frutose), mas também fonte de outras substâncias benéficas ao organismo. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dezessete − 12 =