fbpx

Tarot da Semana: Nada a fazer a não ser esperar

Por Maya Santana

Só nos resta

Passamos grande parte da vida buscando realizar nossos desejos

Alexandre Moreira, Tarólogo

Passamos grande parte da vida buscando a realização dos nossos desejos. Grandes ou pequenos, realistas ou utópicos, todos sonhamos com algo que nos realize, que nos faça felizes, que justifique nossa presença neste planeta. Semeamos sonhos e desejos em todo o tempo da nossa existência terrena e, então, só nos resta aguardar que se realizem.

Esse tempo de espera entre a semeadura e a colheita é o que o 7 de Ouros, carta dos Arcanos Menores do tarot, trata. Um tempo em que pouco nos resta fazer a não ser esperar. Isso acontece com nossos projetos, quando lançamos uma ideia e até vê-la concretizada há um hiato muitas vezes difícil de suportar.

É um tempo em que a angústia, as dúvidas, o medo parecem tomar conta dos nossos pensamentos. Questionamos seguidamente se valerá a pena o investimento que fizemos, se o resultado será condizente com a nossa expectativa. No tempo em que a ideia inicial leva para gestar tememos ter de abortá-la, de nos arrependermos com o resultado, de nos desinteressarmos da mesma. Essa insegurança deveria ser aceita como natural pois não podemos afirmar que um projeto será definitivamente um sucesso antes de vê-lo concluído, antes que ele caminhe com seus próprios pés. Os resultados das nossas experiências prévias contam muito nesses momentos, seja para nos tranquilizar, seja para nos deixar ainda mais preocupados. Mas não há nada a fazer a não ser aguardar.

O 7 de Ouros nos ensina, então, que as esperas fazem parte do processo e que cada gestação é única, independente de quantas outras mais vivenciamos. Que os frutos que pretendemos têm seu próprio tempo de desenvolvimento, independente do quanto nossa ansiedade suplica pelos mesmos. Só nos resta munir-nos de fé, coragem e esperança, sem deixarmos de ser realistas, e aguardar (sempre!) pelo melhor.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

quinze − catorze =

2 Comentários

Avatar
Déa Januzzi 7 de setembro de 2014 - 21:30

Adoro esse tarólogo. Fala sobre coisas reais e interessantes. ele não vive só nos astros

Responder
Avatar
yvone 7 de setembro de 2014 - 12:19

Eu contínuo sonhando e já consigo esperar o tempo da gestação, sem me preocupar com o que virá depois. Afinal, nestas cinco décadas, aprendi também a lidar melhor com o domingo de chuva que estraga a praia tão rara de ir, quanto à expectativa da segunda feira chata que, se deixarmos, estraga até o domingo de sol.
Bj y

Responder