fbpx

Tarot: Essa é a verdadeira fórmula da paz interior

Por Maya Santana

Lanternas para nos ajudar a encontrar o caminho

Lanternas para nos ajudar a encontrar o caminho

Alexandre Moreira, Tarólogo

Todos, sem exceção, vivemos momentos de recolhimento. Horas, dias, semanas que precisamos nos isolar um pouco de todos, inclusive daqueles que queremos bem. Não é, necessariamente, trancar-se em casa, não atender ao telefone, não responder aos e-mails de serviço. Não significa parar de cumprimentar o porteiro do prédio, a faxineira, o vizinho. O que é então?

É um estado de maior introspecção. É uma fase de autoconhecimento, de entender melhor suas dificuldades, seus talentos, seus objetivos e habilidades. É, em meio às atividades diárias normais conseguir manter um estado mental tranquilo, harmonioso. É meditar enquanto leva os filhos ao colégio, faz compras no mercado, escolhe o presente daquela amiga querida, faz aquela receita que é um segredo da sua família.

Entre os arquétipos do tarot é o Eremita, o arcano IX, aquela figura vetusta, encapuzada, que carrega uma lanterna a lhe iluminar o caminho que, por sinal, é solitário, que pode representar muito bem esse nosso estado de alma. Não precisamos nos isolar em cavernas, no alto de montanhas, dentro de mosteiros ou numa choupana no meio da floresta para encontrarmos um espaço para dedicarmos um tempo às nossas próprias reflexões, dúvidas, angústias, esclarecimentos. Podemos fazer isso agora mesmo, em nossa casa, no trabalho, dentro de um taxi, caminhando pelo shopping center. Basta focarmos nossa atenção naquilo que nos é importante, ou nos incomoda, ou que precisa ser revisto e sermos suficiente honestos com nós mesmos na busca da melhor solução para cada um desses assuntos.

A lanterna que o Eremita do tarot carrega pode ser a representação das nossas experiências passadas a nos ajudar a encontrar o caminho mais adequado. Pode simbolizar também essa luz interior, nossa fé e esperança, a nos guiar pela estrada da vida. E o melhor é que todos possuímos essa lanterna, esse farol que, se bem consultado, nos orienta, nos indique portos seguros e permite que a nossa existência seja muito mais plena e recompensadora. Dedique, então, minutos ou horas a refletir, sem perder o foco da sua atenção, àquilo que lhe é importante. Permita que a luz da sua lanterna brilhe e se espalhe, iluminando tudo o que precisa ser visto com clareza, harmonia e justiça. Essa é a verdadeira fórmula da paz interior.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dezessete + dezesseis =