Tarot: Celebração da contínua alegria de viver

Por Maya Santana
A memória é algo precioso

“Sem motivos para apagar ou fugir do passado”

Alexandre Moreira, Tarólogo

Coisa boa recebermos um telefonema de um amigo que não vemos há muito. Conversa vai, conversa vem e acabamos sabendo que ele está na cidade depois de muitos anos morando no exterior. Motivo justo para reunirmos a turma e nos encontrarmos para recordar “os velhos tempos”. Aquele barzinho onde íamos comemorar tudo e qualquer coisa, pois tudo era motivo naqueles tempos de faculdade, é o cenário perfeito para esse reencontro de pessoas que são amigas desde sempre.

Uma mescla de saudosismos, de “busca do tempo perdido”, de memórias queridas, de ligações duradouras é o que o 6 de Copas simboliza no tarot. As lembranças de infância, quando conversamos com os nossos irmãos; a conversa que aquela foto dos saudosos avós inspira quando a reencontramos num empoeirado álbum de retratos; as memórias do nascimento dos filhos quando vai-se ao hospital conhecer o primeiro neto; aquele vídeo bem amador da excursão com toda a turma do colégio; as emoções ao reler os cartões e bilhetes escritos pelo marido, quando ainda eram namorados, etc, etc.

A memória é algo precioso e o 6 de Copas, um naipe (Copas) que representa as emoções, nos fala dessa associação de boas e ternas lembranças: memória + sentimentos. Não é, necessariamente, viver no passado, querendo acreditar que tudo era “um mar de rosas”, e que “tudo no meu tempo era muito melhor”, lastimando-se por não ter mais a mesma juventude, a mesma disposição, os mesmos bens materiais. Não é recusar-se a encontrar e viver alegrias e novas emoções, estabelecer novos laços de amizade e de compromissos no tempo presente e obter grande prazer nisso. É, em seu aspecto mais positivo, viver o momento atual sem rancores ou remorsos, sem motivos para apagar ou fugir do passado. Ao contrário, é continuar compartilhando, através dos tempos e, possivelmente, da distância, recordações, lembranças, memórias, impressões, buscando manter sempre que possível ou quando a oportunidade se apresenta, contato e troca dessa amorosa energia com as pessoas estimadas.

Copas é o naipe simbolizado por uma taça que abriga e molda nossas emoções, nossos sentimentos. Viver plenamente é permitir que essa taça nunca esvazie, nunca seque, abastecendo-a continuamente para que a celebração da Vida seja um ato de contínua alegria.


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais