fbpx

Tina Turner, 73, renuncia à cidadania americana

Por Maya Santana

A cantora trocou o passaporte dos Estados Unidos, onde nasceu, pelo da Suíça

Cantora trocou passaporte dos EUA, onde nasceu, pelo da Suíça

Aos 73 anos, vivendo com o marido alemão na Suiça e ainda esbanjando aquele charme de outros tempos, Tina Turner volta ao noticiário nesta quarta-feira por causa de uma decisão polêmica: segundo o jornal Washington Post, a cantora desistiu da sua nacionalidade americana. Nascida no Tennessee, no sul dos Estados Unidos,  Tina,  cujo verdadeiro nome é Anna Mae Bullocks e tem dois filhos, mudou-se para a Europa há mais de duas décadas. Já com passaporte do novo país que adotou, a cantora vive numa mansão de 5.500 metros quadrados na cidade  de Kusnacht.

Em julho deste ano, Tina se casou novamente, desta vez com o produtor musical alemão Erwin Bach, 57, depois de 27 anos de namoro. O que se diz é que ela se aposentou da vida de artista após a turnê de 2008/2009, quando estava já chegando aos 70 anos. A esta altura de sua bem sucedida carreira, já havia ganhado oito prêmios Grammy e vendido mais de 100 milhões de discos no mundo inteiro.

Ao dar a notícia da renúncia da cidadania americana, o Washington Post cita um documento da embaixada dos Estados Unidos na Suiça mostrando que a cantora assinou a declaração desistindo voluntariamente da cidadania no dia 24 de outubro. A justificativa da intérprete de tantos sucessos é de que não cultiva vínculos mais fortes com os Estados Unidos, com exceção de sua família. Ela deixou claro também que não tem a intenção de voltar a morar em seu país de origem. Ou seja, uma completa esnobada no país mais poderoso do planeta.

Veja a apresentação na Holanda do show, na última turnê:

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dois × um =

1 Comentários

Avatar
Toninho Reis 13 de novembro de 2013 - 15:49

I love it,, …………………. ela eh de +++++++++++++++++++ **************************************…

Responder