fbpx

Agruras da mulher na menopausa: e o sexo?

Por Maya Santana

O fogacho afeta muitas das mulheres na menopausa

Ondas de calor afetam muitas das mulheres nessa etapa da vida

Este interessante artigo foi escrito pela antropóloga Mirian Goldenberg para a Folha de São Paulo, com o título de “Mulheres Invisíveis”. Trata dos problemas enfrentados pelas mulheres quando entram na menopausa, normalmente em torno dos 50 anos de idade. Elas queixam-se sobretudo das grandes transformações pelas quais passam após o fim da menstruação.

Leia o artigo:

Pedi para algumas mulheres falarem sobre menopausa. A maioria não reclamou muito das famosas ondas de calor. Elas disseram que é muito mais difícil aceitar as mudanças psicológicas, corporais e sexuais.

Uma arquiteta de 49 anos disse “A maior mudança é a falta de tesão. Eu tinha uma vida sexual bastante ativa e gostosa. Amo meu marido, mas não tenho mais vontade de transar com ninguém, nem com ele nem com o Chico Buarque nem com o George Clooney. Sem tomar hormônios ou fingir orgasmos, será que existe vida sexual depois da menopausa?”.

Ela ainda se queixou de depressão, ansiedade e insônia.”Estou vivendo uma montanha-russa emocional. Passei a ter ataques de pânico. Tornei-me ansiosa, irritada, deprimida. Sinto-me exausta, sem energia. Tenho insônia todas as noites. Tomo calmantes, antidepressivos e faço terapia. Todo mundo diz que vai passar. Quando?”.

Muitas são as reclamações a respeito da decadência do corpo. As mulheres se queixam, principalmente, da dificuldade para emagrecer.

Uma estilista de 53 anos contou: “Engordei dez quilos e não consigo emagrecer. Sempre fui uma mulher bonita, sensual, tive muitos namorados. Agora não recebo mais elogios, não sou mais paquerada. Eu me tornei invisível, transparente, deixei de ser vista como mulher”.

A queixa mais recorrente é a de sensação de invisibilidade. Muitas não aceitam que não sentem mais desejo sexual e, pior ainda, que não são mais consideradas sexualmente atraentes.

Afinal, existe vida sexual depois da menopausa?

Uma professora de 64 anos respondeu: “Tenho muitas amigas que não fazem mais sexo. Na verdade, acho que elas nunca gostaram. A idade foi só uma desculpa para elas se livrarem da obrigação na cama. É curioso que minha mãe, minhas tias e avós nunca se queixaram da menopausa. Por que será que as mulheres das novas gerações reclamam tanto de crises na menopausa?”.

Ela concluiu: “Minha vida sexual ficou muito melhor depois da menopausa. Conheço mais o meu corpo e me sinto mais segura. Não tenho vergonha de dizer o que me dá prazer. Para mim, nunca faltou homem, pelo menos até agora. Sabe que muitos homens, especialmente os mais jovens, preferem mulheres mais maduras, experientes e interessantes?”.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

seis + um =

3 Comentários

Avatar
ARS 6 de maio de 2017 - 19:47

Estou com 47 anos e entrando na menopausa. Estou estranhando porque eu estou com tanta tesão igual nunca tive, sem contar que estou mais molhada do que antes. Estou gostando tanto de sexo que até de manhã eu já quero, sendo que antes eu não gostava de.jeito nenhum. Será normal isso que estou sentindo?

Responder
Avatar
videospornogratisx 2 de fevereiro de 2017 - 17:32

Parabéns pelo artigo. Como razão no que diz. É uma pena que algumas mulheres parar dsfrutar com menopausea como os homens.
obrigado

Responder
Avatar
ana maria 23 de abril de 2014 - 22:12

O que vejo através de amigas que estão na menopausa é que o desejo sexual varia muito de “senhora para senhora”. Algumas mulheres continuam fogosas, dispostas até a gdes aventuras. Já outras não querem saber de cama, nem com o homem mais maravilhoso do mundo. Agora, que todas se tornam invisíveis, isso se tornam – sooner or later.

Responder