fbpx

“Vá ver Chico, você sairá do cinema melhor do que entrou”

Por Maya Santana

Muitta gente se indispos com ele, 71, por causa de sua orientação política. Eu amo Chico

O documentário “Chico – Artista Brasileiro” vem recebendo ótimas críticas

Elza Cataldo* –

Vá ver o documentário Chico – artista brasileiro. Não pela linguagem, que não apresenta nenhum arroubo inovador. Nem pela polêmica, pois é pura harmonia. Mas para seguir a sua brilhante trajetória através do olhar verde e das reflexões refrescantes. Chico nasceu em um berço de ouro intelectual, mas alguns outros também nasceram e não souberam captar o brilho. Chico soube tirar proveito do que a sua origem lhe trouxe espontaneamente e foi além: levou sua elegância para a música popular brasileira e transita com a leveza que conseguiu manter até fisicamente (cigarro ou futebol?) por universos diversos e aparentemente inconciliáveis.

Chico viveu um grande amor com Marieta Severo, mãe de suas três filhas

Chico viveu um grande amor com Marieta Severo, mãe de suas três filhas

A limpeza formal do documentário ajuda a ressaltar a emoção dos intérpretes das suas canções e os depoimentos inteligentes e bem humorados de quem tem o mérito de desfrutar da sua proximidade e do seu processo criativo. Comovente e engraçado. Faz chorar e rir. Sorte da Marieta Severo, tão linda e companheira. Sorte nossa. Vá ver Chico, você sairá do cinema melhor do que entrou.

Veja o trailer do documentário:

* Elza Cataldo é cineasta.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





10 Comentários

Juliana Andrade 1 de dezembro de 2015 - 13:12

Bacana demais! Vou assistir com certeza! Ainda mais com a indicação vinda de você! Um beijo carinhoso para você Elza, e que 2016 nos traga novas esperanças! bjs, Ju

Responder
Elza Cataldo 2 de dezembro de 2015 - 10:14

Obrigada, Ju, um 2016 cheio de esperanças novas e novas realizações!

Responder
Sonia Valadares 30 de novembro de 2015 - 21:07

Elza querida, fui ver o filme assim que entrou em cartaz , pois amo a musica do Chico. E saí do cinema com vontade de não sair, de continuar alí, por muitas e muitas horas, ouvindo histórias, de um tempo que vivenciei, e estórias, muito proprias da vida desse artista incomum,. Amei o filme e também recomendo a todos.
Em tempo, me dê notícias suas. Quando puder me ligue.

Responder
Elza Cataldo 1 de dezembro de 2015 - 08:45

Querida Sônia,
que bom fazer contato com você novamente. Continuo minha vida de cineasta errante e aprendiz de escritora. Feliz. Espero que você também. Abraços carinhosos.

Responder
Celme Aleixo 30 de novembro de 2015 - 20:10

Emocionante!
Saimos de lá, Julio Varella e eu, comentando:
– Há muito não víamos um filme tão bom, estamos com a alma lavada!

Responder
Braz Cataldo 30 de novembro de 2015 - 09:31

Seguirei a dica!!! Parabéns pelo texto!!!

Responder
Márcio 29 de novembro de 2015 - 00:57

Elza,
Gostei muito do artigo!
Eu também ou ver o filme…
Um grande abraço para você.

Responder
Elza Cataldo 2 de dezembro de 2015 - 10:12

Obrigada, Márcio, me diga também depois o que achou do filme.

Responder
lisa santana 28 de novembro de 2015 - 16:19

Querida, vou correndo. Adoro Chico e depois do que vc fala, lá estarei eu. bjs. Lisa

Responder
Elza Cataldo 1 de dezembro de 2015 - 13:51

Quando assistir, querida, me diga o que achou.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais