fbpx

Vestindo Arte

Por Maya Santana

Juçara Costa, 61 anos, veste Juçara Costa

Juçara Costa, 61 anos, veste Juçara Costa

Déa Januzzi

Imagine ir a um jantar, formatura, casamento ou em um daqueles encontros especiais, vestida com uma roupa pintada por uma artista plástica. A partir de agora, ninguém precisa mais só ficar admirando e desejando um dos quadros de Juçara Costa e, depois constatar com sentimento de frustração: “Um dia, vou comprar um quadro dela.”

Aos 61 anos e 45 de artes plásticas, Juçara resolveu, simbolicamente, tirar os quadros das galerias e exposições, das paredes das casas de quem pode pagar por uma de suas obras. A partir de agora, Juçara Costa vai estampar a sua arte em vestidos, batas, saias, blusas e em detalhes para a decoração, como almofadas, capas de sofás e de luminárias – ou onde a criatividade permitir.

O belíssimo trabalho da artista aplicado em saias

O bonito trabalho da artista: pintura em saias

A grife Juçara Costa, em breve, estará desfilando pelas ruas e adornando corpos, pois essa artista plástica é assim: vive em movimento, não se contenta em fechar possibilidades. Ela faz arte para todos, pois não consegue ficar refém do mercado, pendurada nas paredes das galerias. Juçara sabe que não é todo mundo que pode comprar um quadro, então, resolveu dar mais um passo e subir mais um degrau na difícil escalada das artes plásticas. Juçara agora faz arte em tecidos que vão envolver, abraçar e acariciar as pessoas com estampas que saem de seus quadros. As roupas estampadas por Juçara Costa são obras de arte que vão ser cobiçadas por todas as pessoas.

De natureza inquieta e apaixonada, a artista plástica vai revolucionar a moda, por reconhecer que sua criatividade está exigindo “expansão e movimento.” De uma família italiana, ela passou a infância vendo a mãe e as tias bordando. Elas faziam, com capricho e talento, enxovais para as filhas e sobrinhas que iam se casar. “Cresci vendo as mulheres da família bordando. E menina ainda eu imitava fazendo roupinhas para as bonecas. Os enxovais das minhas bonecas eram lindos”, confessa Juçara.

Conforto e bom gosto são as marcas da artista plástica

Conforto e bom gosto são as marcas da artista plástica

É só esperar para ver a revolução que Juçara está promovendo nos tecidos – peças exclusivas que vão encher os olhos e o coração das pessoas. Quem quiser, já pode dar uma olhada no site da artista: www.jucaracosta.com que ela criou para que todos pudessem ver e descortinar os panos que estão saindo de seu ateliê para as ruas de BH. Encantadoras: roupas que são obras de arte.

Juçara Costa nasceu de pincel na mão. Ainda criança, fez do vão da escada na casa da família seu primeiro ateliê. Assim foi crescendo artista no colégio, nas brincadeiras. Quando adolescente, estudou desenho nos Estados Unidos. No Brasil foi aluna de artistas como Castaño, Ado Malagodi, Bracher, José Maria Ribeiro, entre outros. Em 1976 foi lançada por Palhano Junior no Salão Jovem do Minas Tênis Clube. Meia hora antes da mostra ser aberta, todos os seus quadros estavam vendidos.

Desde então, aventurou-se pelo teatro, moda, artesanato, sempre com talento. Mas nunca abandonou a pintura, nunca se deixou estagnar. Artista premiada ,participou de diversas exposições, inclusive nos Estados Unidos e Europa. Cada quadro, segundo ela, é uma nova descoberta. Na arte, como na vida, sua busca sempre foi conhecer-se, transcender. Seu fazer artístico é extremamente pessoal, delicado, intuitivo e, acima de tudo, belo.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





3 Comentários

olda de oliveira ribeiro 28 de dezembro de 2015 - 00:49

ADOREI..CORES FORTES E COMBINADAS.PARABÉNS.

Responder
lisa santana 6 de setembro de 2013 - 16:52

Ei! Juçara!!! Como sempre, lindo seus quadros, lindos seus tecidos! Que estamparia forte e bela! Um grandessíssimo prazer te ver por aqui e sempre tão potente! bjs.

Responder
Juçara Costa 6 de setembro de 2013 - 14:34

Querida Maya

Grata pela linda matéria e pelo carinho.
Vou ter o prazer de compartilhar com amigos
a honra que tive de estar ao lado de duas mulheres tão especiais, você e Déa.
Beijos e aguardo sua visita no JCEAV em breve.

Responder

Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais