fbpx

Vida profissional: A arte de gerenciar o tempo

Por Maya Santana

O tempo é “coisa muito preciosa”

O tempo é “coisa muito preciosa”

Com a preocupação de apoiar suas leitoras no universo profissional, o blog 50emais fez uma parceria com a Rede Aptta, organização voltada para potencializar os talentos femininos. Queremos destacar que novos caminhos profissionais e pessoais estão abertos para as mulheres que já cruzaram a fronteira dos 50 anos, estimulando-as a buscar uma outra dimensão para esse ciclo da vida. O texto a seguir é fruto dessa parceria, que faz parte do nosso esforço de participar de forma mais intensa da vida dos internautas que nos acompanham.

Juliana Andrade e Adriana Fantoni

“O homem só pode considerar três coisas: O corpo, a alma e o tempo. Esse último é “coisa muito preciosa”, que está à disposição de cada um, mas pode ser utilizado de modo completamente diferente;…”. (Alberti apud Gasparini, 1996, p. 113).

O dia tem e sempre terá 24 horas!

Isaac Newton foi o primeiro a abordar o tempo cientificamente, dando a idéia de um tempo externo, absoluto, uniforme, linear, constante e que não pode ser afetado por nada.
Na perspectiva do tempo como uma construção social, tempo é um processo coletivo, um construto do homem, um componente importante do processo civilizatório e parte de um processo social, não sendo possível elaborar um conceito de tempo individualmente.

Na perspectiva econômica, o tempo passa a ser visto como um recurso, considerado escasso e passível de administração.

Independente do conceito que está por trás do tempo, ele é “coisa muito preciosa” e seu uso eficaz integra os processos de planejamento de vida e de carreira. A utilização, necessidade e utilidade do tempo variam de acordo com o momento de vida e os objetivos em cada fase, sendo essencial a reflexão periódica sobre como ele tem sido usado. Você já parou para pensar em como você distribui o seu tempo? Faça uma reflexão breve, anote o que você realiza em uma semana padrão para ter uma dimensão de como o seu tempo está sendo distribuído. Algumas questões:

– Você tem reservado tempo para cuidar de sua saúde? Pratica alguma atividade física?
– Reserva tempo para o seu desenvolvimento intelectual?
– Faz alguma atividade produtiva, que faça sentido para você e para mais alguém?
– Tem tempo e busca nesse tempo cultivar de forma saudável relacionamentos familiares, afetivos e sociais?
– Tem tempo para algum interesse, hobby e/ou diversão em sua semana padrão?
– Cultiva e reserva tempo para reflexões, contemplações, desenvolvimento do lado espiritual ou similar?

Caso você tenha respondido sim para as questões acima, você está no caminho certo para trabalhar bem o “seu tempo”. Se não, vamos começar?

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

10 + dezoito =