fbpx

Vitamina C contra o envelhecer causado pelo sol

Por Maya Santana

Com a chegada do verão, é preciso ter certos cuidados com a pele, independentemente da idade

Com a chegada do verão, é preciso ter certos cuidados com a pele, independentemente da idade

Com a chegada do verão, trazendo esse calor que a gente quase não aguenta, além do uso de protetor solar, é preciso tomar certos cuidados com a pele, para evitar aquela aparência quebradiça e sem vida provocada pela exposição (excessiva) ao sol. Alguns especialistas estão recomendando o uso da vitamina C, responsável por grandes benefícios “tanto para a pele mais jovem quanto para a mais madura”.

Leia o artigo publicado pelo jornal Zero Hora, de Porto Alegre:

O uso tópico da Vitamina C, em forma de pomada ou creme, pode ser uma das principais aliadas para um verão saudável, em combate ao envelhecimento precoce causado pela exposição solar. É claro que o protetor solar é indispensável, mas as mulheres, em busca de uma pele bem cuidada e jovem pelo maior tempo possível, estão adotando este recurso que demonstra eficácia. A substância tem capacidade de hidratar e restaurar a pele, devolvendo luminosidade à pele opaca e envelhecida.

– Os benefícios são para todas idades. Tanto a pele mais jovem quanto a mais madura. A explosão dessa tendência se dá porque quase ninguém tem contraindicações. A Vitamina C pode ser usada diariamente, durante todo o ano. No entanto, a busca é ainda maior no verão, por ser um forte aliado na luta contra o envelhecimento precoce – explica a fisioterapeuta dermatofuncional, Carina Borges.

A especialista ressalta que existe resultado, mas o uso do protetor solar é o protagonista. Sem este, a vitamina C não teria tanto efeito. É uma aliada de valor para contribuir com o desempenho do protetor solar, que é insubstituível. Além disso, não é qualquer cosmecêutico que possui a vitamina C estável. A forma como é manipulada é de suma importância, já que a substância é facilmente oxidada ao ter contato com oxigênio.

– A vitamina tem ação antioxidante, dependendo da concentração, e melhora bastante a elasticidade. Uma propriedade peculiar é a inibição de produção de enzimas que mancham a pele. Logo, a substância auxilia também no clareamento. Apesar de muito pouco, também contém proteção contra os raios UVA e UVB – aponta Carina.

Apesar de clarear as olheiras, nem sempre a vitamina C tem o resultado mais desejado nestes casos específicos. Pois a pigmentação da região no entorno dos olhos pode ser causada por problemas vasculares, hormonais e genéticos. Ainda assim, a hidratação auxilia no combate ao problema. Carina Borges ressalta ainda que, apesar de ser uma minoria, nem todos os tipos de pele se adaptam ao uso frequente da substância. Por isso é importante, antes de mais nada, consultar um profissional qualificado para uma análise apurada. Existem casos que pode ocasionar o aumento de cravos, acnes e oleosidade, além de irritação.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

8 + 20 =