fbpx

Yoga pode funcionar como antidepressivo natural

Por Maya Santana

Joanna Luiza Belló, 85, começou a fazer yoga há 40 anos

Joanna Luiza Belló, 85, começou a fazer yoga há 40 anos

Yoga, em suas várias modalidades, vem ganhando cada vez mais adeptos, porque os seus benefícios para a saúde humana já são plenamente reconhecidos.

Pouca gente consegue acertar a idade de Joanna Luiza Belló. Há 40 anos ela dedica parte do seu tempo ao Yoga para exercitar corpo, mente e espírito e, desde garota, sabe o quanto o exercício pode fazer a vida melhor. Aos 85 anos, Joanna não sabe o que é depressão, mesmo que algumas perdas, como a do marido, há cerca de um ano, tenham sido sentidas profundamente.

– Sinto que tenho mais saúde, mais disposição em razão do Yoga. Além disso, eu procuro caminhar todos os dias. O que eu menos faço é ficar trancada dentro de c asa. É, por isso, que, diferente de outras pessoas idosas, aos 85 anos dificilmente fico doente. Não consigo hoje viver sem a Yoga. Aprendi tanto durante esses anos de prática que, todos os dias, faço alguns exercícios em casa.

Um estudo recente do Centro Médico da Universidade de Duke, nos Estado Unidos, dividiu 70 pessoas com mais de 60 anos com depressão leve em dois grupos. Um deles passou a praticar Yoga semanalmente e ou outro continuou tratando do problema de maneira clínica. Em seis meses, 40% do grupo que participou das aulas de Yoga não apresentou quaisquer sintomas de depressão.

O Yoga é considerado ciência da integração do ser. Os especialistas acreditam que a prática possibilita transformar o ser humano em todos os aspectos. Trata-se do conhecimento do próprio corpo e da própria vida.

Joanna explica que mudou os rumos do processo de envelhecimento quando começou a praticar Yoga. Além de cuidar da saúde, como a prática também tem como objetivo proteger a alma. Para a professora Jamile Ansolin, o Yoga trabalhar a autoestima, tão importante para quem está entrando na terceira idade.

Jamile também é um belo exemplo do que o Yoga pode fazer pelo corpo. Ela não aparenta ter 52 anos, mas se orgulha da idade e do quanto a prática fez com que ela se torna-se uma pessoa melhor, com aparência jovem, saudável e sem se deixar abalar pelo processo natural do envelhecimento. Clique aqui para ler mais.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais