A gente sabe que vai desaparecer, mas vive como se fosse eterno

Por Maya Santana

Jornalista Sérgio Cursino fala com propriedade da transitoriedade da vida

O jornalista Sérgio Cursino é um especialista em comunicação que tem um canal de sucesso no Youtube e uma página com milhares de curtidas no Facebook. Neste vídeo, ele nos lembra de algo que não queremos lembrar: nossa finitude, estamos aqui de passagem. Apesar de sabermos disso, que estamos caminhando para o fim, vivemos como se fôssemos eternos. Somos arrogantes, acumuladores, insensíveis à dor alheia, pouco solidários, quanto mais temos, mais queremos , como se fôssemos levar alguma coisa para nossa morada definitiva.

Assim, vale a pena ouvir o que Sérgio Cursino tem a dizer sobre essa nossa mania de fingir que não vamos acabar:

https://youtu.be/j-xZX7-0zBw

Veja também: Dráuxio Varella – Receita para uma vida longa e produtiva


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais