fbpx

California Dreaming, The Mamas & The Papas: símbolo dos anos 60

Por Maya Santana

Os quatro integrantes do grupo,que fez muito sucesso, mas teve vida efêmera: 1965-1971

Maya Santana, 50emais

Esta manhã, acordei ao som de uma música, vinda do apartamento vizinho, que me transportou imediatamente para a década de 1960, melhor dizendo, para 1966, ano do lançamento do álbum If You Can Believe Your Eyes and Ears, do The Mamas & The Papas. A música? A inesquecível California Dreaming, cantada por esse que foi um dos grupos mais sensacionais a embalar a juventude da minha geração. Talvez eu tenha essa ligação forte com a música dos quatro – John Phillips, Michelle Phillips, ‘Mama’ Cass Elliot e Denny Doherty -, porque foi o primeiro disco que ganhei na vida, embora, fosse ligada, essencialmente, em música brasileira naquela época. Meu irmão Zeca Santana foi quem me deu o LP.

O The Mamas & The Papas surgiu em Nova York em 1965. Fez enorme sucesso, com músicas como Monday, Monday, Dedicated to One I Love, Dream a Little Dream of Me, I Call Your Name e tantos outros, mas teve vida efêmera: gravou seu último disco em 1971. Depois disso, “Mama” Cass Elliot (Ellen Naomi Cohen) morreu de ataque do coração em 29 de julho de 1974, após se apresentar em shows solo em Londres. John Philips morreu de problemas cardíacos em 18 de março de 2001. E Denny Doherty morreu em 19 de janeiro de 2007, aparentemente por causa do aneurisma abdominal, nunca curado. Michelle é a única sobrevivente. (Fonte: Wikipedia).

Veja e rememore:

 

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

9 − um =