fbpx

Eu envelheci

Por Maya Santana

Fico incrédula muitas vezes ao me examinar, ver as rugas, a flacidez da pele

Fico incrédula muitas vezes ao me examinar, ver as rugas, a flacidez da pele

Um dia desses uma jovem me perguntou como eu me sentia sobre ser velha. Levei um susto, porque eu não me vejo como uma velha. Ao notar minha reação, a garota ficou embaraçada, mas eu expliquei que era uma pergunta interessante, que pensaria a respeito e depois voltaria a falar com ela. Pensei e concluí: a velhice é um presente. Eu sou agora, provavelmente pela primeira vez na vida, a pessoa que sempre quis ser.

Oh, não meu corpo! Fico incrédula muitas vezes ao me examinar, ver as rugas, a flacidez da pele, os pneus rodeando o meu abdome, através das grossas lentes dos meus óculos, o traseiro rotundo e os seios já caídos. E constantemente examino essa pessoa velha que vive em meu espelho (e que se parece demais com minha mãe), mas não sofro muito com isso.

Não trocaria meus amigos surpreendentes, minha vida maravilhosa, e o carinho de minha família por menos cabelo branco , uma barriga mais lisa ou um bumbum mais durinho.

Enquanto fui envelhecendo, tornei-me mais condescendente comigo mesma, menos crítica das minhas atitudes. Tornei-me amiga de mim mesma. Não fico me censurando se quero comer um bolinho-de-chuva a mais, ou se tenho preguiça de arrumar minha cama, ou se compro um anãozinho de cimento que não necessito, mas que ficou tão lindo no meu jardim. Conquistei o direito de matar minhas vontades, de ser bagunceira, de ser extravagante.

Vi muitos amigos queridos deixarem este mundo cedo demais, antes de compreenderem a grande liberdade que vem com o envelhecimento. Quem vai me censurar se resolvo ficar lendo ou jogar paciência no computador até às 4 da manhã e depois só acordar ao meio-dia?

Dançarei ao som daqueles sucessos maravilhosos das décadas de 50, 60, 70 e se, de repente, chorar lembrando de alguma paixão daquela época, posso chorar mesmo!
Andarei pela praia em um maiô excessivamente esticado sobre um corpo decadente, e mergulharei nas ondas e darei pulinhos se quiser, apesar dos olhares penalizados dos outros. Eles, também, se conseguirem, envelhecerão.

Sei que ando esquecendo muita coisa, o que é bom para se poder perdoar. Mas, pensando bem, há muitos fatos na vida que merecem ser esquecidos. E das coisas importantes, eu me recordo freqüentemente. Certo, ao longo dos anos meu coração sofreu muito.

Como não sofrer se você perde um grande amor, ou quando uma criança sofre, ou quando um animal de estimação é atropelado por um carro? Mas corações partidos são os que nos dão a força, a compreensão e nos ensinam a compaixão. Um coração que nunca sofreu é imaculado e estéril e nunca conhecerá a alegria de ser forte, apesar de imperfeito.

Sou abençoada por ter vivido o suficiente para ver meu cabelo embranquecer e ainda querer tingi-los a meu bel prazer, e por ter os risos da juventude e da maturidade gravados para sempre em sulcos profundos em meu rosto. Muitos nunca riram, muitos morreram antes que seus cabelos pudessem ficar prateados.
Conforme envelhecemos, fica mais fácil ser positivo. E ligar menos para o que os outros pensam. Eu não me questiono mais. Conquistei o direito de estar errada e não ter que dar explicações. Assim, respondendo à pergunta daquela jovem graciosa, posso afirmar: “Eu gosto de ser velha”. Libertei-me! (Texto de autora desconhecida)

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

dezoito + cinco =

132 Comentários

Avatar
Lucélia Bressanin. Angélico 30 de novembro de 2017 - 14:48

Se aceitarmos o inevitável tudo dará certo, é uma questão de aceitação. A vida pode ser bela em qualquer idade.

Responder
Avatar
Newton Machado 16 de novembro de 2017 - 23:24

Jamais somos velhos, somos idosos e como diz a Palavra de Deus no livro de Salmos 92, na velhice ainda darão frutos, serão viçosos e florescentes como as palmeiras; crescem como os cedros do Líbano. Eles são como árvores plantadas na Casa do Senhor, que florescem nos pátios do Templo do nosso Deus. Isso prova que o Senhor Deus é justo, prova que Ele, a minha rocha, não comete injustiça.

Responder
Avatar
Liege 5 de outubro de 2017 - 17:09

Ter segurança, sabedoria, tranquilidade é bom em qualquer idade. Mas não há nada de bom na decadência física. Nâo há nada de bom na gordura, nas rugas, na flacidez, na falta de agilidade e disposição. São apenas duas coisas que acontecem juntas na maturidade. POr outro lado, a discriminação contra mulheres maduras é imensa, somos ridicularizadas o tempo todo, basta prestar atenção na dramaturgia e na publicidade, se querem arrancar riso fácil, simplesmente colocam uma “velha”. Só mostrar uma “velha” já parece ser cômico, principalmente velhas fazendo coisas que não “são de velha”, como namorar, andar de moto, impor sua opinião. Já notei que depois que passei dos 50, se alguém fica descontente comigo por qualquer razão tenta me desestabilizar aludindo direta ou indiretamente à minha idade. Fora o fato de que nos tornamos invisíveis para o sexo oposto, mesmo para os “velhos”. É legal pensar sobre a maturidade, procurar nossa voz e nossos direitos, criar nossa estética, por exemplo. Mas romantizar, idealizar esse contexto não ajuda.

Responder
Avatar
qpalmirasa 3 de outubro de 2017 - 09:55

Querida Maya Santana obrigada por seu apoiu meus filhos são do melhor que a mas meu casamento de54 anos tem tido mais baixos que altos mas queria justificar meu email em cima tenho dias que estou assim mais em baixo mas noutros dias penso que quando me ralham por me deitar mais tarde e me levantar mais tarde e por pensarem que um dia não acordo maismas isso e um erro se tiverque morre rtanto morro nasala como na cama como sou diabetica com insulina e muito perigoso mas e por isso que medeito tarde porque fic a esperaquea insulina fassa todo feito tomo insulia rapida e lenta e a lenta depois de anos a estudala so acaba o efeito por voltada das duas da manha ai vejo se preciso comer ou se vai ficar bem ate de manha como tenho muitas dores dacoluna do joelhos dores diabeticas nos pes tenh nuite que quase não durmo quando fico com a cama so para min ja de manha eu esgotada consigo dormir 1 a 2 horinhas e assim ja fico bem mas ai vem a incompreencão de eu ter de me levantar mais cedo 11 horas não e horas de ninguin se levantar que passo a vida de cama agora veja bem eu deitome entre as duas e 3 da mabnha meu marido se deita as 10 da noiteeu deitome mais tarde cerca de 5 hhoras que ele ele o mais cedo que se levanta e as depois das 9 da manho mas o mais das veses perto das 10 quem esta mais taempo de cama ele ou eu ele diz que sou eu mas ele chega a estar 12 horas na cama eu o muito 8 horas e vou sempre houvir que so estou na cama mas e como digo meus filhos me vem a curvar de dia para dia o joelhos enchados que so velos os medicos dizem que me não operam porque eu j morri na mesa de operacoes quando estava a ser operada ao braco meu coracão parou tiveque ser intubada e levei choques e morros tudo fizeram para me dar vida e voltei a vida mas não sei o que seria melhor so deus sabe porque ainda ca ando e porque deus quer e sua vontade seja feita a verdade e que todos sofremos eu com as dores e aqui sem poder sair como gostava e eles porque me vem fugir e não dou luta como eles queriam mas não dou essa luta por ja nao poder mais so deus save as dores que eu tenho aquilo que passo para dar alguns passos na minha casa mas DEUS sabe mas por veses doi ouvir estas assim porque não andas mais eles que houviram da boca da nerusurigiam dizer que não podiam fazer mais nada que atese admiravam deeu ja nãoestar numa cadeira de rodas isto ja a mais de 4 anos mas eu tenho lutado por isso a cadeira sera em ultimo recurso enquanto eu poder com meu andarilho e co,m ajuda de DEUS la me vou conseguido manter de pe embora muito curvada mas vou bjinhos filhinha que a bencão de Deus acompanhe sempre bjinhos obrigada pela atencão bjs

Responder
Avatar
palmirasa 30 de setembro de 2017 - 10:53

eu tenho daqui a pouco 74 anos e tudo que e dito e cima no texto eu desejaria que assim fosse na realidde mas inflizmente não e tenho uma familia bos amoga mas muito preocupada se me deito as 3 da manha e me levanto as 11 mas eu infelismente mal me seguro de pe e o adarilho que me sehgura senão caio coo ja cai muitas vezes ate parti a cabeca do umero ou seja o onbro minha coluna me pos de repente inutilizada pouco faco mas com muita angustia porque era uma guerreira fazia tudo sosinha criei 5 filhos fora os de fora fazia tudo rendas roupa malhas pintava a oleo quadro e hoje sou um ser que so conta os dias para que meu sofrimento acabe estar fechadaem casa e não ser muito compreendida e muito doloroso tamto ou mais que as dores fisicas que tenho mas meu rosto tenta n~~ao demostar essa revolta que a em mim por estar tudo bem e de repente minha velhisse virou um fardo e o que eu sinho mas a velhisse enquanto podemos andar fazer nossa vida e bom ver os dias a passar e verque continua viva mas no meu caso e diferente quase nada faco ou faco muito pouco mas com quanto esforco tenho e acho que a empre quem pense não faz mais porque não se esforca e isso que me faz esejar que o melhor deus sabe bjinhos para jovens e velhinhos bjs

Responder
Avatar
Mario Casaverde Rio 20 de setembro de 2017 - 16:38

Tenho 84 anos mas, nunca me sentí tão jovem como agora……..CONTENTE POR LÊR, ESTUDAR, ESCUTAR MINHAS MÚSICAs FAVORITAS, ASSISTI CONCERTOS QUE ME ALEGRAN. ENFIM..ME SINTO ALEGRE POR VER MEUS FILHOS QUERIDOS……MEUS AMIGOS MEUS IRMÃOS…………..FELIZ POR TUDO DE BOM QUE ACONTECE NA MINHA VIDA…….GRACIAS A LA VIDA…….QUE ME HA DADO TANTO……….AN

Responder
Avatar
Mario Casaverde Rio 20 de setembro de 2017 - 16:35

Tenho 84 anos mas, nunca me sentí tão jovem como agora……..CONTENTE POR LÊR, ESTUDAR, ESCUTAR MINHAS ,MÚSICA FAVORITAS, ASSISTI CONCERTOS QUE ME ALEGRNA. ENFIM..ME SINCTO ALEGRE POR VER MEUS FILHOS QUERIDOS……MEUS AMIGOS…………..FELIZ POOR TUDO DE BOM QUE ACONTECE NA MINHA VIDA…….GRACIAS A LA VIDA…….QUE ME HA DADO TANTO………..

Responder
Avatar
Ivone 31 de julho de 2017 - 09:41

As vezes ao olhar no espelho, lembro de como foi bom o tempo de juventude, a fase de mais amadurecimento com meus filhos e, me vejo hoje com muita serenidade com os queridos netos. De certo que se o texto foi escrito por alguem mais jovem deve ter tido uma “boa assessoria”; se escrito por quem está vivendo o momento, tais sensações sentimentos e emoções, é uma liberdade e uma emoção descrita só para quem vive. Hoje digo o que preciso e o que penso que pode ser produtivo a quem me ouve, olhando e examinando o que vivi e o que hoje vivo. E mais, venho me descobrindo com uma aprendiz. Então não preciso dizer muito, pois o texto contempla o meu entendimento do bem viver.

Responder
Avatar
Graça Mello 30 de julho de 2017 - 19:30

Texto antigo, com alguns paragrafos modificados, outros acrescentados, o que desmerece o autentico texto!!

Responder
Avatar
Luzimar Trottmann 23 de julho de 2017 - 14:10

Quando voce passou os anos de sua vida nao fazendo maldade,vivendo bem com voce mesma e com os outros,amando ajudando,nao criticando,nao fazendo expravagancias etc…sua velhice sera aceita,consciente e praserosa.Envelhecer e uma dadiva!Triste os que se vao cedo de forma cruel,sem terem cumprido sua missao.
Eu particularmente estou envelhecendo e todos os dias agradeço a Deus por essa oportonidade divina.
Quanto aceitar ou nao vai de cada um,o que viveu e vivenciou.

Responder
Avatar
Sandra Oliveira da Silva 12 de outubro de 2016 - 17:00

Muitas de vcs escreveram sentimentos que ainda não passaram.
Mas ser madura (idosa ) significa muita experiência durante a vida. Que talvez vcs nem conheçam. Mas apesar de termos tecnologia avançada, a vida segue no seu percurso normal. Então não tentem entender a mente após os 50 anos. É complexa e inteligente.

Responder
Avatar
Marlene 30 de setembro de 2016 - 15:55

Esta história de dizer que nos sentimos jovens parece reverenciar a juventude. Somos vividos, com sabedoria, maturidade, que nos trazem muitas alegrias mas também sofrimento. Vemos as pessoas mais jovens acreditando em coisas que sabemos que não existem e que elas só compreenderão quando chegarem a idade mais avançada, isto se conseguirem se libertar de alguns valores adquiridos. Aceitar nossas limitações, entende-las e procurar cuidados que nos permita continuar vivendo com autonomia faz parte da maturidade, não da juventude. Uma das melhores coisas que a idade (tenho 69) nos proporciona é o tempo. Ele está a nossa disposição; podemos utilizá-lo da forma que queremos (quem pode, é claro). Muitos idosos estão muito ativos tendo que ajudar os filhos e netos, as vezes sustentando a família, as vezes percebendo que os jovens querem apenas o seu patrimônio. Vamos perdendo nossos amores a medida que a idade avança. Não é fácil. Tem uma coisa que gosto muito, é a descoberta de coisas novas, a tecnologia, a música, a beleza da natureza, os animais, a bondade do ser humano, o saber ouvir, saber observar, comer alimentos bons que me deem prazer e alimentem meu corpo, linda obra da natureza. Estou preparada para morrer mas vou sentir pena de deixar estas coisas.

Responder
Avatar
EDUARDO MEYER 20 de setembro de 2016 - 20:54

Não tenho medo de morrer, tenho medo de não viver! Isto vale para todas as idades !

Responder
Avatar
Cyda Baú 19 de setembro de 2016 - 15:47

Texto maravilhoso que nos provocam para uma reflexão extraordinária, a de se envelhecer ou não. Talvez a nossa verdadeira arte na vida.

Responder
Avatar
Rick Steindorfer 18 de setembro de 2016 - 22:50

Vivi a vida, no início da idade adulta meio perdido. Me achei por acaso, por conta de uma doença que me fez buscar a saúde. Me perdi novamente por conta de uma relação sem sentido, que graças a Deus se desfez rapidamente. Vivi então aos círculos por quase trinta anos até que outra vez por acaso eu me encontrei e desta vez não me largo mais. Encontrei a música e o violão, artefatos que sempre me fascinaram, mas que nunca tive coragem de abraçar de fato, infelizmente não via futuro nisso e nem mesmo sabia o que é futuro, para dizer a verdade. Agora não me preocupo mais com o futuro, vivo apenas o momento presente e nisso a música é fenomenal, pois ela é presente, inteira!

Responder
Avatar
Ane te Velasques de Arruda 18 de setembro de 2016 - 22:13

Adorei seu testo tenho 78 anos e no entanto agora que estou vivendo plenamente ;faço ginastica faço dança cigana vivo sem me preocupar com que os outros dizem faço oque quero e vivo plenamente .47 anos de casada e feliz.obrigada

Responder
Avatar
ana maria 18 de setembro de 2016 - 11:08

Sobre tudo que li e sobre tudo que tomei consciência aos 52 anos….parece clichê…….envelhercer é privilégio de poucos……e viver cada dia é tão maravilhoso.

Responder
Avatar
Salete 18 de setembro de 2016 - 10:34

Só não envelhece quem não teve a chance de viver intensamente e evoluir como pessoa. Existem pessoas jovens de alma velha…..existem “velhas ” de alma jovem. Jovens, adultos e idosos, todos têm a sua fase com suas limitações, sejam físicas ou intelectuais, mas o importante é reconhecermos que todos envelhecerao e que seja da melhor forma….quanto ao corpo, cuide enquanto é jovem para envelhecer com saúde.

Responder
Avatar
maria jose 17 de setembro de 2016 - 19:07

Lindo texto! Adorei

Responder
Avatar
Beatriz Rauta 17 de setembro de 2016 - 17:38

Tenho 29 anos, ainda nao sou mãe então acredito que tenha pouca experiência. Mas de uns tempos pra cá tenho adquirido um ponto de vista diferente em relação aos idosos, isso se deve ao fato da convivência com meus pais, vejo que os problemas de relacionamento deles não difere em nada dos meus problemas com meu namorado, vejo que apenas oq muda é a carcaça, como qualquer matéria na terra, as coisas envelhecem, isso é natural! Mas oq fica são as experiências, a sabedoria em lidar com as situações. Vejo os idosos como eu, mas com um corpo envelhecio, dando importancia ao que realmente importa dentro do que foi vivido por eles! Tenho admiração e amor! E quero ser uma idosa sábia, com saúde e memória para lembrar de experiências vividas! Realmente envelhecer está na cabeça dos outros e nao da gente , podemos ter um corpo velho, mas seremos nós mesmos sempre!

Responder
Avatar
Ligia Rezende 17 de setembro de 2016 - 13:00

Somente agora. Estou vivendo plenamente e me sinto muito feliz com minha aparéncia física e os conhecimentos e experiências armazenado são longo desses anos, que me têm proporcionado uma existência calma, convivendo bem com todos, exercitando a comprensão e tolerância e muita gratidão ao amigo tempo que tudo renova nos propiciando novos reflexionamentos quanto à felicidade de aqui estarmos …

Responder
Avatar
Aguinaldo Filho 16 de setembro de 2016 - 20:55

Tenho 77 anos, segundo minha certidão de nascimento. Ao trazerem à baila esse fato minha resposta é sempre: cheguei aqui muito antes de você, por isso sei um pouquinho mais como sobreviver nesse planeta.

Responder
Avatar
Maria Manuela Alvarez Santos 16 de setembro de 2016 - 19:56

Li o maravilhoso tema, mas concordando em parte, referente ao que sinto. Vou fazer este mês 82 anos, tenho 3 filhos e 7 netos. Todos me adoram. As minhas netas são muito meigas e dizem-me que não sou velha. Mas o que é certo,que o sinto. Cabelo a faltar,. as tais peles, talvez seja vaidade. Pq eu brinco com as netas e netos, até piadas malandrecas com as mais velhas. Mas tenho pena de me ver assim. Aproveitei o texto, que adorei, e talvez me sirva para eu aceitar o meu aspecto. Tenho é de agradecer ao Senhor, o que Ele me tem proporcionado. Isto é mesmo um desabafo e, talvez me tenha dado um abanão…Obgda por lerem este desabafo

Responder
Avatar
Beatriz Rodrigues 16 de setembro de 2016 - 18:57

Adorei o texto, muito real. Já me encontro neste contexto.

Responder
Avatar
eny 16 de setembro de 2016 - 16:00

Vivemos como se não fossemos morrer, envelhecemos mas por dentro somos a mesma crianca de tempos atras, ninca combinamos com o q vemos no espelho, mas acima de tudo precisamos prestar atencao a uma coisa muito importante: existem velhos e velhos…..se preferirem: idosos e idosos, explico. Nas culturas antigas a velhice vinha com a sabedoria, a sabedoria e a verdadeira bencão da idade, então, se conseguirmos nos tornar sabias com as experiencias da vida teremos uma velhice abencoada, senão soh acumularemos reclamacões e dores…tem tb a questão de nos cuidarmos q nos dara mais energia na velhice…..envelhecer eh dificil nesta sociedade cujos valores são opostos, mas em qq idade somente conseguimos tranquilidade se assumirmos quem nos realmente somos!

Responder
Avatar
neli klein do valle 16 de setembro de 2016 - 14:06

Tem pessoas iluminadas que conseguem colocar em palavras sentimentos extremamente íntimos. Identifiquei-me de A a Z com a autora do texto.

Responder
Avatar
Eduardo 16 de setembro de 2016 - 11:15

Envelhecer. Privilégio de poucos. Aos 77anos sinto-me bem e já aprendi como é linda a vida nessa idade. Medo da morte ? Não tenho mais. Vi os filhos crescerem , vi casarem, vi os netos crescerem ! O que mais posso desejar que supere isso ? Obrigado deuses !!!

Responder
Avatar
Maria Cristina Santos 15 de setembro de 2016 - 18:21

Adorei o texto. Revejo-me pois tenho 75 anos. Para ser franca tenho pena de envelhecer mas se isso não acontecesse seria sinal de que já cá não estaria e Graças a Deus ainda piso o chão do pais que me viu nascer, vi crescer e casar as filhas, nascer e crescerem os netos e ter um bisneto!!! Pode haver maior felicidade???

Responder
Avatar
Mariza Innocente 15 de setembro de 2016 - 07:18

Como envelhecer é um privilégio, vivamos essa idade dourada! Dourada por conquistas indescritíveis pois só nós sabemos as lutas que vivemos. Que nossos direitos adquiridos sejam plenos e abençoados.

Responder
Avatar
Rosaria 13 de setembro de 2016 - 07:39

Porque o envelhecimento dá tantos significados à vida de quem gosta de viver, agregando tantos momentos que vc já fez as pazes com os desafios da juventude, a beleza se mostra de forma diferente…e se for sábia, sentirá que as marcas das rugas são as suas expressões que viveu. É mais simples do que parece…

Responder
Avatar
marta dini acacio 12 de setembro de 2016 - 08:14

Me vi nesse texto

Responder
Avatar
olga sérvulo 23 de junho de 2016 - 11:18

Nossa, nada a ver comigo! Meu envelhecimento está sendo diferente. Tenho também os cabelos brancos, único aspecto coincidente com quem escreveu este texto. Não sou tão boazinha assim, nem comigo nem com a vida.

Responder
Avatar
Maria José 22 de junho de 2016 - 20:50

Li este texto e achei maravilhoso. Claro, quando você vê as primeiras rugas,seus movimentos não são mais os mesmos, agente sente um aperto no coração. Com o tempo vc vai aceitando mais e compreendendo que a vida é mais que esses sinais, ela é ampla e os momentos vividos e os que iremos viver são prazerosos,magníficos. Eu quero viver com muito clamor meus anos dourados.

Responder
Avatar
Emilia Casas 21 de janeiro de 2016 - 18:13

Meu poema Maturidade caberia bem aqui…Espero que a autora deste texto belíssimo, não se incomode
Maturidade

Foi o tempo, meu amigo,
Que me fez assim tão bela…
Deu-me um olhar mais doce
Que o amargo não revela

Lambuzou minhas palavras
Com mel da sabedoria
Nem de mim eu sou escrava
E “ter” não tem mais valia.

Deu-me um sorriso fácil
Que eu distribuo à toa
Se o velho corpo está frágil
A alma criança voa!!!

Escreveu em minha pele
As histórias que eu vivi
Entre glórias e derrotas.
Eis-me aqui – sobrevivi

E livre de toda a ciência
Que o mundo explica e ativa
Deu-me o tempo, por clemência,
O entendimento da vida

Responder
Avatar
Helena Gonçalves 26 de setembro de 2017 - 20:44

Muito bom! Obrigada pela partilha!

Responder
Avatar
joana Darc 30 de dezembro de 2015 - 12:33

Muito boa a matéria,tenho 73 anos, cuido de minha saúde, mais com homeopatia,faço academia,(leve,mais esteira e bicicleta) alimentação o mais natural possível ,gosto de ler,ouvir músicas bonitas e agradáveis,também músicas religiosas ,sou fâ dos padres cantores, preocupo com meu emocional,quando ele está bem o corpo vai bem. Cuido de meu esposo cadeirante (teve hidrocefalia ) ele ainda tem muitos reflexos bons:alimenta com suas próprias mãos,apesar das dificuldades ele ainda ajuda no básico,tem memoria do passado e do momento,reza com a televisão,(bendita seja esta tecnologia moderna) podemos ter e escolher o que assistir,e ter as redes católicas em nossos lares.abraços a todos .

Responder
Avatar
Mara Tel 27 de dezembro de 2015 - 00:32

Quanto desperdício com o externo, a roupa de grife para compensar a autoestima,priorizando o fútil no lugar do sutil. Sejamos autênticos , a vida passa e deixa marcar de expressão .O espelho da vida, reflete sabedoria enquanto essência do ser. Passado é passado, o futuro é incerto, sejamos felizes vivendo com qualidade o aqui e agora.A maior revelações do encontro do eu com o próprio eu, é a autoconsciência de que viemos ao mundo para ser feliz.

Responder
Avatar
Roseli Wesner Lorensson 30 de outubro de 2015 - 11:40

História da minha vida com certeza. Amo envelhecer com essa dignidade e valor com amor próprio. Me dou esse direito.

Responder
Avatar
lucitta 15 de outubro de 2015 - 11:58

Belíssimo texto, cheio da sabedoria que só a maturidade pode trazer.
Vou compartilhar com minha família e amigos.
Muito obrigada à autora…

Responder
Avatar
marcus cesar 12 de outubro de 2015 - 07:13

Sempre digo aos mais novos só não envelhecera aquele que morre cedo, espero e peço a Deus viver toda etapa da minha vida.

Responder
Avatar
Araci Silva 11 de outubro de 2015 - 14:32

Perfeito.. amei.. graças a Deus, desde novinha, nunca tive problemas com idade.. tenho sim, com as pessoas que não respeitam os idosos.. Mas graças a Deus, sou da geração que Respeitavam os mais velhos.. obrigada pelo belo texto..apesar da jovem ter feito uma grande pergunta indiscreta no termo.. como se sente velha!. valeu, pois temos hoje a oportunidade de ler esse belo e maravilhoso ” texto”.bjoooo

Responder
Avatar
Flávio Tiné 11 de outubro de 2015 - 09:41

Concordo com tudo o que diz a autora do texto. Lamento apenas que ela tenha omitido seu nome, o que denota certo receio de assumir tudo o que escreve. De qualquer forma, é um grande passo.

Responder
Avatar
SONIA ROSA 11 de outubro de 2015 - 06:08

ADOREI ESTE TEXTO É MARAVILHOSO EU AOS 65 ANOS ,, ME SINTO MAIS OU MENOS ASIM ,
SOU MUITO VAIDOSA ME AMO E ME ACHO AINDA MUITO BEM,, OBRIGADO JESUS , ,,,

Responder
Avatar
Cida Brunelli 9 de outubro de 2015 - 19:22

Maravilhoso este texto! Me identifiquei em muitos aspectos, em muitos parágrafos, depoimento magnífico!
Adorei, Bjs.

Responder
Avatar
marta f lima 3 de outubro de 2015 - 09:25

Parabéns pela por sua mensagem. Nossa idade está na cabeça de cada um, na vivência. Os cabelos o corpo marcado pelo tempo e outras coisas, isso são detalhes.

Responder
Liberdade que vem com o envelhecimento… | La vem Arte 1 de outubro de 2015 - 22:38

[…] (Texto de autora desconhecida)  Fonte indicada: 50 e mais […]

Responder
Avatar
Nina Castro 30 de setembro de 2015 - 23:48

….eu gosto de ser velha. Fantástico. Lindo texto. Descobri que também gosto de ser velha, e essa é minha melhor fase!

Responder
Avatar
Monica Pontes 21 de setembro de 2015 - 08:41

Maravilhoso ponto de vista sobre a velhice. Concordo plenamente com o que essa mulher sábia fala. É assim mesmo que eu me sinto.

Responder
Avatar
Elisabeth Duarte 21 de setembro de 2015 - 04:15

Farei 74 na proxima semana e e assim mesmo que me sinto: Livre para fazer o que me apraz.Nada melhor do que a saude para ser independente e aceitar sugestoes se voce quiser.Viver um dia de cada vez e ser grata a Deus cada manha por mais um dia.Viva a vida!!!!!

Responder
Avatar
Meirinha Quaresma 20 de setembro de 2015 - 16:08

Texto lindo e verdadeiro. Me identifico com ele,muito…Envelhecer é uma arte é ter sabedoria e agradecer a Deus por deixar permanecer aqui esta fase da nossa existência tão linda aqui na terra.

Responder
Avatar
Elizete malacrida 19 de setembro de 2015 - 22:47

Simplesmente maravilhoso. Uma lição para pessoas que tem medo de envelhecer. Uma bobagem. Todos vamos chegar lá. E porque não chegamos preparados, alegres e sem medo. Adorei o texto. É o segundo que leio em duas semanas. Obrigada!

Responder
Avatar
Mariza Cezar 19 de setembro de 2015 - 17:06

lindissimo é muito apropriado! Gostaria de recebê-lo em meu e-mail e desde já agradeço. Obrigada! Mariza

Responder
Avatar
marinez antonieta Bortoloso 19 de setembro de 2015 - 14:28

Este texto é maravilhoso! Demontra o amadurecimento e o crescimento espiritual de quem o escreveu, a sabedoria e humildadea fez com que ao longo de seus anos conquistasse con alegria seus sonhos….deixando no esquecimento derrotas e tristezas! Um grande beijo no coracao da autora deste texto que nos deixou o conhecimento da riqueza existente en sua alma!! O fato de nao se identificar significa humildade e desprendimento eis porque é feliz con seus cabelos brancos e suas rugas!!

Responder
Avatar
sonia romero 19 de setembro de 2015 - 14:07

Feliz é a pessoa que conseguiu envelhecer, e mais feliz quem realmente soube viver a vida, desfrutando de cada momento, com alegria e muita sabedoria. Pois só o tempo trás sabedoria.

Responder
Avatar
Yêda 19 de setembro de 2015 - 13:57

TEXTO simplesmente perfeito!
Feliz de quem envelhece!

Responder
Avatar
Allan Santos Peixe 19 de setembro de 2015 - 12:46

Obviamente,ninguém gosta de envelhecer,pois a utopia é a juventude perene,ou seja,ter 70 anos de idade,com um corpo de 30 anos:seria fenomenal! Mas,o ciclo vital não segue este ritmo e então nos resta: A) Agradecer a Deus o conseguir chegar à velhice e B) Usá-la com sabedoria,transmitindo aos mais jovens – e aí a platéia é grande – as experiências adquiridas,porém,sem querer forçá-los a usar das mesmas soluções de que lançamos mão para determinadas situações.Assim,nos tornaremos parceiros agradáveis e ao gozarmos desse respeito e admiração teremos a impressão de que rejuvenescemos alguns anos!E viva a vida!!!!!!

Responder
Avatar
maria lucia padua pacheco 18 de setembro de 2015 - 13:35

O texto é lindo e realista. Já a velhice,nem tão linda assim! Mas, prefiro envelhecer a deixar de viver.Viva a vida!

Responder
Avatar
Neusa Guidoni 17 de setembro de 2015 - 18:44

Tenho quase 66 anos e sou viuva há pouco tempo. Sou feliz por estar solta, livre de compromissos

Responder
Avatar
Maria Helena Porto 17 de setembro de 2015 - 15:52

Lindo!!!! me identifico com o texto. ADOREI!!!bjos

Responder
Avatar
Honorina 17 de setembro de 2015 - 10:31

Lindo texto

Responder
Avatar
isabel 17 de setembro de 2015 - 08:54

Magnífico depoimento, Bendita seja essa grande senhora!!!!!

Responder
Avatar
Maria Silvia Guimaraes 17 de setembro de 2016 - 10:06

E bendito seja Deus q nos concede esse tempo de vida!!! Sua Mão bendita está sobre nós, a cada dia !!!

Responder
Avatar
EUNICE PASSOS 15 de setembro de 2015 - 12:33

ME IDENTIFIQUEI MUITO COM VOÇE , LINDO TExTO,ME PESA UM POUCO OS MEUS 75 MAS FASSO TUDO ISSO QUE VOÇE DISSE AI, PARABENS

Responder
Avatar
Esli 15 de setembro de 2015 - 07:25

Aceito prazerosamente todos os cabelos brancos que possuo, as rugas, e malho bastante para minimizar a dificuldade na mobilidade. Agradeço a Deus por ter chegado até aqui, com dignidade. Continuo caminhando em direção à casa do Pai. Estou feliz com meus lindos anos de vida. Só tenho que agradecer por tudo..

Responder
Avatar
Marinete Alves Pessoa 14 de setembro de 2015 - 21:36

Mensagem lindíssima. Uma verdadeira lição de vida. Me identifiquei muito. AMEI.

Responder
Avatar
lindte dos Santos braz 14 de setembro de 2015 - 12:46

Que todos nós “velhos” consigamos ter essa compreensão da vida. Maravilhoso texto!

Responder
Avatar
Jane 13 de setembro de 2015 - 22:06

lindo! Me identifiquei no todo .

Responder
Avatar
sandra maria 13 de setembro de 2015 - 19:05

Muito bom, a vida é um ciclo eterno de renovação, deixe o velho e mande entrar o novo.

Responder
Avatar
Cristina 13 de setembro de 2015 - 13:42

como me identifiquei.Tenho 70 anos estou de bem comigo e com o mundo .
Se tudo acabasse agora podem dizer : foi muuuuito feliz.

Responder
Avatar
Marlene Braga 13 de setembro de 2015 - 12:28

Acho que envelhecer deve ser ganhar sabedoria. O texto bem mostra onde ela nos leva…Quando a juventude é um passado longínquo.

Responder
Avatar
Roseli da Silva Giotti 13 de setembro de 2015 - 12:03

Lindo demais, me identifiquei com o texto.

Responder
Avatar
Maria Adelaide Guedes 13 de setembro de 2015 - 11:33

Belíssimo texto, cheio da sabedoria que só a maturidade pode trazer.
Vou compartilhar com minha família e amigos.
Muito obrigada à autora…

Responder
Avatar
Erô Geppert 13 de setembro de 2015 - 11:21

Envelhecer com dignidade! Sempre recomendo, nunca perder o rumo nem o foco. Até porque não há muito o que fazer. Se cuidar, respeitar, amar e compreender nossos amigos e pessoas eis a grsnde questão.

Responder
Avatar
Maria do carmo Araujo 13 de setembro de 2015 - 11:08

Esta mensagem é linda, maravilhosa; não é uma mensagem de “A” ou de “B” ; é uma mensagem de todos que tem o privilégio de chegar a velhice ou terceira idade e porque não dizer a melhor idade.

Responder
Avatar
sonia a. figueiredo 13 de setembro de 2015 - 08:17

Que mensagem maravilhosa!

Responder
Avatar
Flora 13 de setembro de 2015 - 06:10

Tenho 84 anos e não me importo nem um pouco em ser velha. Amo meus cabelos brancos. Enquanto gozo de boa saúde tenho aproveitado muito está fase da minha vida. Não

Responder
Avatar
maria iris 12 de setembro de 2015 - 23:20

parabéns a pessoa que escreveu tudo isto. A maturidade nos dá a liberdade de sermos nós mesmas sem restrinções

Responder
Avatar
terezinha juraci 12 de setembro de 2015 - 21:53

Lindezura de texto. Me identifiquei muito como as colocações contidas. Sou muito disso tudo que ela escreveu, seja quem for, retrata muitas mulheres, ou quase todas as mulheres, que estão há mais tempo jovens… beijos a todas..terezinha juraci

Responder
Avatar
Léa Maria Chagas da Silva 12 de setembro de 2015 - 21:11

Excelente texto a minha vida está inserida nele.,

Responder
Avatar
verapinha@globo.com 12 de setembro de 2015 - 13:34

Adorei o texto, em agosto passado completei 60 anos e me deparei com esta história maravilhosa, me dei conta também….

Responder
Avatar
Rosangela Martins 12 de setembro de 2015 - 12:00

Acabei de ler um texto sobre a velhice e encontrei esse também. Acredito que é a vida me dando pistas de como envelhecer bem. Quero também comemorar cada ruga lembrando das dores e mais das alegrias, quero dar liberdade aos que me amam de seguirem com suas vidas e quero chegar lá no fim, olhar para trás e constatar que tudo valeu a pena!

Responder
Avatar
Erica Elena Mensak 12 de setembro de 2015 - 07:40

Gostei muito uma madura e sabia observacao da vida.Quem conseguiu em Si perceber estes detalhes sabe e soube tirar aprendizado dos momentos que viveu. Lindamente escrito o texto.
Seria prepotencia de minha parte dar parabens.Nao tenho gabarito para tanto.
Modestamente,’otimo.

Responder
Avatar
fatima 11 de setembro de 2015 - 21:18

gente sem palavras…lindo texto.

Responder
Avatar
Cristina 11 de setembro de 2015 - 18:40

Amei cada detalhe…. quero trilhar esse caminho lindo.. bj pra você velha linda!!!

Responder
Avatar
maria leni martins 11 de setembro de 2015 - 17:55

Amei o texto, lindo demais, verdadeiro, estou envelhecendo bem assim, feliz, dando risadas,e enfrentando os problemas maiores com mais calma, mais ponderação…

Responder
Avatar
natividad 11 de setembro de 2015 - 15:34

Amei esse lindo texto!! Acho que cada uma de nós, com mais de 50, se reconhece nessas palavras. Eu particularmente, me reconhece 100%. Estou vivendo muito bem a nova juventude!!

Responder
Avatar
Paulo montezuma 14 de setembro de 2015 - 19:40

Amei amei amei estou ficando velho mais me sinto jovem prisipamente com as recordações boa gastaria de ficar velho a sim como este texto falar

Responder
Avatar
Maria Vianezita Lopes Correa 11 de setembro de 2015 - 14:24

Linda matéria. Amei. Busco exatamente esta plenitude e paz.

Responder
Avatar
Maria Vianezita Lopes Correa 11 de setembro de 2015 - 14:21

Isto é “tornar-se plena” e é para lá que eu vou. Tenho 64 anos. Libertando-me da preocupação com a estabilidade emocional e familiar dos meus filhos, eu chego lá…

Responder
Avatar
Dorinha Tavares 11 de setembro de 2015 - 12:56

Belo texto. Recentemente estou me vendo em alguns trechos. E, confesso, não é fácil. Mas espero superar e poder cantar vitorias.

Responder
Avatar
Heliana Marques 11 de setembro de 2015 - 11:53

por favor, de quem é este lindo texto?

Responder
Avatar
Helia Maria Moreira Prata 13 de outubro de 2015 - 10:08

Não senti e nem levei susto . Sempre me gostei muito , as minhas rugas e meu corpo acompanhei e acompanho a sua mudança .
Talvez porque minha mãe fosse tão linda aos seus 96 anos e tão cheia de vida e alegria, hoje aos 68 estou ficando parecida com ela na querência pela vida e alegria .
Sou perfeita na minha idade , bela .
Contínuo jovem no meu ritmo , ativa
Acompanho e participo da evolução dos jovens ao lado dos 5 netos , sobrinhos netos e bisnetos.
Sou vista por eles como uma pessoa igual ou mais que jovem, e cheia de elegância
Elegância sim , o idoso não precisa de exageros
Basta ser ele mesmo com suas vontades e seus apelos
Amar e ser amado , conquistar diariamente o seu espaço .
Enfim me Amo e sou amada pelo meu homem
por 48 anos .
Divino!!

Responder
Avatar
Ivanise Queiroz 11 de setembro de 2015 - 10:44

Que mensagem maravilhosa!

Responder
Avatar
Cristina Costa 11 de setembro de 2015 - 10:25

Muito bom, Maya! Esse texto é seu? Quem foi a jovem que lhe perguntou sobre isso? Sua sobrinha? bj

Responder
Avatar
Josilene Jardim 21 de setembro de 2015 - 11:32

Amei o texto. Conheço muitas pessoas que deveriam desfrutar desta bela mensagem.
A verdadeira velhice está na mente de cada um.

Responder
Avatar
W. Gan 15 de setembro de 2016 - 10:28

Infelizmente a vida nao e cor de rosa.. Tem muita gente grosseira e preconceituosa até c idosos tb… Nao vou mentir ..tenho medo de envelhecer neste pais ..se bem q daqui a 20 anos a população idosa será bem maior… E dai possa ser que haja mais respeito e consideração para nós futuros idosos…

Responder
Avatar
Heloisa 20 de setembro de 2018 - 09:22

No Japão, tem mais de 100mil idosos com mais de 100anos e isso e um orgulho para a população. Pois e sinal de bom trato, bons costumes e alimentação saudável. Quem se habilita a viver mais de 100 anos?

Responder
Avatar
Teresa Basílio 15 de setembro de 2016 - 21:09

Ainda não encontrei alguém que gostasse de envelhecer! Que gostasse de se ver ao espelho e não sentir saudades da juventude! Mas sim, pessoas que só atingiram uma vida tranquila na velhice! De resto são tudo tretas!!! Palavras bonitas…ditas da boca de quem é jovem, ou então apenas para venda! Porque não respondeu imediatamente á pergunta da jovem? – Porque teria de estudar a resposta que qualquer jovem gostaria de houvir…A verdade, verdade , é k ninguém gosta de envelhecer (ficar com tudo a cair…e mais próximo de deixar a vida e os que ama!). Esta sim é a VERDADE INTERIOR DE QUALQUER SER RACIONAL! SEJAMOS SINCEROS, ISTO NÃO É POLÍTICA, MAS SIM A REALIDADE!!!

Responder
Avatar
Valéria 16 de setembro de 2016 - 20:05

Concordo com plenamente….não tem nada de bonito em envelhecer. Também não conheço ninguém que goste de ser velho…..!

Responder
Avatar
Ana 20 de setembro de 2016 - 18:06

É bonito, SIM, se não nos rejeitarmos.

Avatar
Carmen Lins 6 de junho de 2017 - 16:03

Mas com certeza acha que é melhor envelhecer do que morrer.

Avatar
Fátima 30 de julho de 2017 - 14:23

Concordo com a resposta.
Definitivamente, envelhecer não é legal.

Avatar
Aurea Maldaner 6 de agosto de 2017 - 02:48

Pois gosto do texto. A narradora nunca se inquietou com o fato de envelhecer, porisso nem sabia o que responder… Ela aceita o fato e outras pessoas incríveis como ela também. Envelhecer com saúde é um grande privilégio!

Avatar
Teresa A. 16 de setembro de 2016 - 21:19

A verdade é que a pessoa mais velha já viveu em toda a dimensão da palavra e não sente necessidade de repetir a experiência. Ainda pode haver muito para fazer, mas o corpo está cansado e naturalmente abandona as vontades e é como se esperasse tranquilamente o fim aceitando muita coisa já de forma diferente, uma aceitação dada pela maturidade e por uma sabedoria vinda não se sabe de onde, talvez da grande experiência da vida que já viveu!

Responder
Avatar
Idalina Gonçalves 12 de janeiro de 2018 - 11:18

Acho que você está interpretando o texto do teu jeito. Eu sinto exatamente como ela, o tempo nos torna mais serenos e conscientes para aproveitar a vida nas coisas que são realmente essenciais. Feliz com a vida aos 68 anos.

Avatar
maria nos " ...entas" 17 de setembro de 2016 - 08:40

Você não percebeu nada !

Responder
Avatar
Jaira 17 de setembro de 2016 - 14:54

Tereza concordo plenamente com vc. Tenho 71 anos e não gosto do que vejo no espelho. Ah meus 40, 50 anos.

Responder
Avatar
Ameia Silva 17 de setembro de 2016 - 18:17

Essa “senhora”Teresa Basílio podia ser mais suave no que diz e aprender a escrever melhor o português…

Responder
Avatar
MARY 28 de outubro de 2017 - 13:22

Ameia Silva, como ela diz”CONQUISTEI O DIREITO DE ERRAR SEM DA EXPLICAÇÕES A NINGUÉM””

Avatar
Celso Casoy 17 de setembro de 2016 - 19:22

72,mas não me sinto assim.certamente não tens netos que conclui ser um premio para a velhice o que compensa o desgastes e doenças que surgem.só tenho medo é de morrer.

Responder
Avatar
Patricia 18 de setembro de 2016 - 08:15

Pois eu estou achando muito legal envelhecer. Tenho quase 60 anos, vejo meus filhos crescerem, eu e meu marido cada vez mais próximos, cúmplices, as preocupações com o futuro vão sumindo e vamos vivendo mais o presente… Acho legal envelhecer sim, quando vc, ainda nova, planeja seu futuro. Estou chegando ao ponto dessa pessoa do texto, dane-se o corpo, é só uma casca! Muito melhor é o q q gente traz por dentro. Quando novinha tinha um mundo de incertezas, medos, complexos, e mesmo assim me achava a dona do mundo. Hj os medos se esvaíram, os complexos perderam a importância, e conclui que o mundo é meu mesmo. Só me resta aproveitá-lo, aguardar a chegada dos netos, dizem que é o melhor do envelhecimento, e viajar, viajar, viajar muito!

Responder
Avatar
Ligia 27 de outubro de 2017 - 12:29

Patrícia concordo com você, mas por outro lado penso que gostar de envelhecer e a nossa única opção…então temos que tirar o maior proveito que ela nos oferece, mas no fundo do meus sesenta e quatro anos, eu queria ser bem mais nova e começar tudo de novo, e de outra forma…

Avatar
Denise 18 de setembro de 2016 - 17:00

Caríssima, só existe uma maneira de não envelhecer: morrer jovem. O tempo é implacável para todos. A aparência física é muito menos relevante que a saúde e a qualidade de vida. Pergunte a uma viúva ou a um órfão ou a um pai que perdeu seu filho se envelhecer é uma carga ou uma dádiva.

Responder
Avatar
Ricardo Maurício 18 de setembro de 2016 - 17:27

Ninguém gosta de envelhecer…mas morrer jovem deve ser pior…envelhecer te dá a chance de ter uma vida tranquila ou não…mas de viver.No fundo só existem duas idades:Ou vivo ou morto.

Responder
Avatar
Mirea 20 de setembro de 2016 - 04:26

Estou de a cordo com o que diz. Envelhecimento nao da prazer mas sim tristeza. Eu tenho pavor da velhice e infelizmente ja estou a meio caminho dela. Tenho um espirito muito jovem mas isso nao e tudo.

Responder
Avatar
Fatima Amaral 21 de setembro de 2016 - 02:35

Nerd
Cara Moreia, na próxima sexta-feira completo 60 anos. Estou muito feliz por estar envelhecendo. Adoro os meus cabelos grisalho. Ao ler este post me identifiquei em vários momentos, ainda não estou totalmente liberta, mas já aprendi a dizer não , e isso para mim é um grande avanço.

Responder
Avatar
Marialda de Fatima Pinto 19 de outubro de 2018 - 20:59

Me identifique nesse texto. Em novembro completo 62 anos, não pinto mais os meus cabelos, que já estão grisalhos. tenho 6 netos lindos, e uma bisneta, que é um amor. O que as pessoas falam não me atinge mais, opinião cada um tem a sua e respeito todas elas. Me sinto liberta também, faço o que eu quero, na hora que der vontade.Quanto ao meu corpo, estou ótima, vejo muitas adolescentes pior do que o meu, vou a bailes e danço muito. A morte não me assusta. Pois, todos nos iremos um dia.Nada é eterno

Avatar
Andreia Lourenço 21 de setembro de 2016 - 11:22

Meu Deus,quanta amargura! Eu tive a sorte de crescer a ver a minha bisavó, sempre sábia e feliz com a sua idade até quase aos 100 anos. A minha avó também gosta da idade que tem e vive mt feliz! Tem liberdade para viajar, para ir ao café ver futebol, e de ir dançar e estar com os amigos e amigas nos bailes. Continua a rir todos os dias e come tudo o que lhe apetece! Adora gomas, por exemplo. Foi algo que já descobriu quase aos 90. Acredito que envelhecer é maravilhoso, sinto-me maravilhosamente aos 40 e sei que será ainda melhor aos 80. A treta de “ser mau envelhecer, porque ficamos feios e doentes” é uma construção dos tempos modernos, e é uma crença que vai activar melhor ou pior saúde nas nossas células. Tu és aquilo em que acreditas: por isso, que tal passar a acreditar que crescer em todas as idades é positivo? (mal não fará, certo?) Um abraço a todos, e desejo que sejam felizes! 🙂

Responder
Avatar
gloria aparecida pereira 21 de setembro de 2016 - 19:43

Envelhecer é bom, muito bom, não tinjo mais meus cabelos e eles estão lindos, ainda subo em arvores, tenho lembranças que são só minhas e meu corpo, bom este ainda é melhor que de muitas adolescentes que lutam contra as gordurinhas e celulites que prá mim já não tem a menor importância, fiz faculdade aos 52 anos e fui trabalhar, olho no espelho e vejo que o tempo não passou, rugas? não sei se as tenho, não as procuro, sou mais paciente, continuo lutando pelo que acredito, vou a passeatas, brinco com meu neto enfim o que envelhecer?

Responder
Avatar
Ennio Gibran Jr. 12 de dezembro de 2016 - 08:52

Até que enfim achei quem pensa como eu sobre este assunto. Envelhecer não tem nada de bom, tudo conspira contra os que tem mais idade. Até o ato de abaixar-se para pegar algo se torna difícil, quanto mais o resto. Envelhecer é um castigo da natureza!

Responder
Avatar
Niceia Carrer 18 de junho de 2017 - 14:53

Tb concordo! Envelhecer é muitíssimo ruim. Ainda dizem se tratar da melhor idade. Melhor idade é ter 20, 30 anos. Nada como o vigor da juventude! Olho para as pessoas velhas e não vejo alegria, só enxergo tristeza!

Responder
Avatar
Juliana Bueno 22 de julho de 2017 - 10:59

Oi Teresa. Gostei do seu comentários. Concordo com você! Não acho nada bom, nada divertido envelhecer. Falo sobre isto nos meus livro, no “Dores Ocultas” e neste que escrevo agora. Escrevo sobre isto com realismo, sem amarguras, mas com realismo. Acho poderíamos sim, evoluir, prosperar, conquistar a verdadeira sabedoria, sem, por exemplo, o envelhecimento físico, que me parece mais um “carma” dos terráqueos do que propriamente uma benção. Tenho 70 anos, me esforço bastante para conservar a saúde, o bem estar, a vitalidade, e um mínimo que seja da beleza e do charme que tive um dia…

Responder
Avatar
Eliana pucci 23 de julho de 2017 - 16:23

Concordo.
Balela que alguém goste de envelhecer kkkk

Responder
Avatar
Idalina Gonçalves 12 de janeiro de 2018 - 11:21

Desculpe mas você está falando por você. Não pode julgar os outros por você mesma. As pessoas sábias aceitam a vida como ela é e tiram de cada momento aquilo de melhor que a vida nos oferece. Uma pessoa que soube viver, organizou a vida da melhor maneira, chega à velhice com segurança e consegue ser muito feliz ! Cada um paga o seu preço. A única coisa que pode atrapalhar a velhice é um problema grave de saúde.

Avatar
Solange 23 de julho de 2017 - 18:24

Concordo plenamente contigo! Completei 50 anos e tudo está mudando… os cabelos brancos apareceram… engordei 10 quilos em 7 meses… a parte hormonal ficou mais lenta… minha pele está craquelando, apareceram olheiras… haja corretivo para escondê-las…
É menstrual 2 vezes por mês!
Tive quw sair da academia e anandonar exercicios aetóbicos e parti para o Pilates!!! Isso pra mim já sã o sinais da velhice

Responder
Avatar
Helena Gonçalves 26 de setembro de 2017 - 20:49

Depende tudo daquilo a que se dá importância!!! Não é preciso GOSTAR de envelhecer para se ser feliz! É preciso é relativizar o que não tem nenhuma importância e sublimar o que tem muita! Claro que também depender das circunstâncias em que se vive esses envelhecimento!

Responder
Avatar
Rainha celeste 26 de outubro de 2017 - 21:49

Engano.Não envelhecemos propositalmente.Mas sinto uma felicidade imensa a cada ano que passa,Depois que completei 60 anos.Hoje tenho 61 é sinto uma alegria muito grande de poder chegar até aqui é poder dizer: Venci.Criei meus filhos e estou a ver meus netos crescerem.É maravilhoso! Quanto ao envelhecimento físico eu não gosto mas busco alternativas para amenizar e tornar minha aparência mais bonita no espelho.Por fim ..sou feliz com minha idade e acredite que desperto interesse entre os homens jovens!Kkk.Me sinto linda na minha maturidade.

Responder
Avatar
Maria Pereira 27 de outubro de 2017 - 08:00

Ouvir não é com h. O resto é a sua opinião O texto está lindo e dá força a quem está a envelhecer. Dá vontade de libertar-se e aproveitar os anos que restam a quem é velho aos olhos de outrém.

Responder
Avatar
Milu 22 de novembro de 2017 - 09:20

Sim Teresa , eu aos setenta não fico feliz por ver a marca dos anos ….mas já abandonei ilusões e paixões q nos tiram muita energia nos nossos anos de juventude e até aos sessenta ! Depois vem a compreensão e necessidade de aceitação ….e é essa nova condição q nos dá mais sossego e aptidão p aceitar na vida a nossa condição ! A certeza de aproveitar os bons momentos q ela nos proporciona sem nos estarmos a preocupar se os outros acham bem ou julgam as nossas atitudes e fragilidades.
Certo q não colhemos simpatia e atenção de todos …mas há sempre um coração gentil q nos percebe e acarinha !
Isso é por vezes melhor q todos os desgostos e dissabores q nos foram inflgidos por supostos amores . É o reconhecer mais facilmente o q não nos convém ….mas sim é tb não poder fugir as situações como se fazia dantes !
É , se tem algum valor , aceitação , paciência e compaixão …por nós e os outros !
Sem dúvida q não é o q queríamos e q a juventude tem esperança q a velhice já descartou ….
A vantagem é saber q é assim ….e aproveitar o q resta sabendo o valor do tempo ….
Aproveite o seu , minha querida , porque ou morremos antes ou … Se cá ficarmos.. ..todos passamos pela experiência !

Responder
Avatar
sandra maria peixoto quintana 30 de novembro de 2017 - 11:10

Querida Teresa, quem está a te responder aqui é uma idosa de 75 anos, por isso posso lhe afirmar que, se fosse escrever um texto sobre o assunto, poderia assinar embaixo deste sem mudar uma vírgula sequer, o que não seria ético nem honesto.
Não é que a gente GOSTE de ver seu corpo murchando, em decadência estética, apenas isso não nos é mais importante. Até nos trás benefícios porque, dependendo da qualidade das pessoas que lhe rodeiam habitualmente, SE você tiver uma boa cabeça, vai ser alegre, cooperativa, sábia para dar conselhos, mas somente quando pedidos, será movida por um encanto interior que atrairá os mais jovens para você e não o contrário. Ficar idosa, Teresa, idosa, não velha, não sei se percebes a diferença, ficar idosa é um prêmio que a vida nos dá como recompensa de podermos, na juventude, “fabricar” a pessoa que seríamos um dia, quando a idade batesse à nossa porta.
Ainda talvez seja tempo para você fazer isso. Eu, por exemplo, comecei minha construção depois de ter sido deixada pelo grande amor da minha vida e, olhe, já não era mais tão jovem, andava lá pelos meus quarenta anos, mais ou menos.

Responder
Avatar
Gracinha 13 de janeiro de 2018 - 16:59

Parabéns Valéria. É isso mesmo, envelhecer é ruím demais. Uns gozam de boa saúde, e qd não tem? Viva a juventude. Então curta tudo. Bjs

Responder
Avatar
Maria Bernardette Bernardino Proença 22 de setembro de 2016 - 17:35

Que belo pensamento! <<<eu tenho 63 e sinto-me tão adolescente.Nem imagina o que é bom ter 63 anos.Fazemos o que queremos, à hora que queremos e com quem queremos e,o bom que é estar no ativo com alegria e energia.Sou educadora de infância.
Para si, uma noite descansada e, fique bem.

Responder