fbpx

Meu dia deveria ter 36 horas para conseguir fazer tudo que gostaria

Por Maya Santana

Nenez (Maria Inez), 74, foi diretora de escola, tem quatro filhos e é uma exímia artesã

Nenez Santana Rick é dessas pessoas entusiasmadas com a vida. Sai da cama bem cedo, todas as manhãs, e,com seus 74 anos, emenda uma atividade na outra, o dia inteiro, de forma que está sempre se mexendo: cuida com esmero das plantas do quintal, da pracinha em frente à casa (frequentava aulas de Pilates antes da pandemia) faz trabalhos de patchwork admirados por todos, cozinha, lê muito, gosta de bons programas de TV, comunica-se com os quatro filhos adultos, um deles morando no Canadá, e ainda encontra tempo para dar uma mão à casa vizinha, onde vivem quatro dos seus nove irmãos.

É desse envelhecer ativo, saudável, que Nenez fala neste Envelhecer é…, gravado no quintal da casa pela irmã, Lisa Santana.

Veja:

Veja também:

Sandra Ribeiro e Silva Câmara: Envelhecer não significa perder a cor. Envelhecer pode ser colorido

Ana Helena Gomes: Viver é perder. Viver é ganhar. Viver é equilibrar os dois

Pedro Bial: Hoje, tenho uma visão mais clara do que a vida tem de valor

Mirian Chystus: Chegando aos 70, estou mais tranquila. E todo dia eu agradeço a Deus por mais um dia

Maya Santana – Envelhecer é caminhar para dentro, num processo contínuo de autoconhecimento

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais