Risco de queda: ninguém com mais de 60 anos deveria subir nem num banquinho

Por Maya Santana

O número de idosos que cai e quebra o fêmur por ter subido numa simples banqueta ou por ter tropeçado no caminho que sempre faz dentro da própria casa, é enorme

50emais

Foi uma das minhas irmãs que me enviou este artigo assinado pelo  Dr Rogerio de Melo, Cardiologista. Tentei achar na internet mais informações sobre o médico, mas não encontrei. Como o artigo me parece muito sensato e com informações valiosas decidi postar aqui. Tenho um amigo cuja mãe, de 74 anos, podava uma samambaia no quinto degrau de uma dessas escadas de metal que a gente utiliza em casa. Caiu lá de cima com a tesoura na mão. Feriu-se mortalmente e não sobreviveu. Muitas vezes, a gente não avalia o risco. E acaba se dando mal. Estudos mostram que as mulheres caem mais do que os homens. Um total 40% das quedas de mulheres com mais de 75 anos e 28% das quedas de homens da mesma idade resultam em fraturas.

Leia:

As pessoas com 60 anos acreditam ter condições físicas e cognitivas para subir em um lugar perigoso e negligenciam o risco de queda. Erros na tomada de decisões e quedas, são dois gigantes da geriatria que causam muitas mortes todos os anos entre os idosos. Pelas leis brasileiras quem tem 60 anos é considerado idoso.

Hoje, muitos sessentões podem contrapor essa prerrogativa legal, pois não é à toa que se diz, “os 60 são os novos 40”.Fato que verifico na prática, tenho pouquíssimos pacientes de consultório com menos de 70 anos. “Velho é quem tem mais de 75 anos”, dizem. E estão certos por vários ângulos. Mas, não por todos.

Todos devemos primar por nossa segurança, desde o uso do cinto de segurança, até mesmo olhando onde pisamos ou subimos. O número de idosos que cai e quebra o fêmur por ter subido numa simples banqueta ou por ter tropeçado no caminho que sempre faz dentro da própria casa é enorme.

Na geriatria jamais tiramos o poder de decisão do idoso. Cabe a nós apenas salientar que a capacidade funcional diminui inexoravelmente, aumentando a chance de risco com movimentos considerados habituais para os jovens, ou seja, podem fazer, mas pensem duas vezes antes com o cérebro, no modo da idade que ele realmente tem. Segurança é a palavra de ordem nas quedas evitáveis.

Leia também: Adaptações em casa que dão mais qualidade de vida aos idosos

Um aviso muito importante para aqueles que acordam à noite para ir ao banheiro. Deve-se ter cuidado com a lei do um minuto, que é cientificamente comprovada  ao acordar de repente para fazer suas necessidades fisiológicas normalmente, você ouve dizer que alguém  estava bem de saúde e morreu de repente durante a noite sem motivo. O motivo mais provável é que quando essa pessoa acordou para ir ao banheiro, ela levantou-se da cama com muita pressa, neste momento, o cérebro precisa de fluxo sanguíneo maior, por ter repousado, causando um estado de desmaio aí o acidente vascular cerebral acontece.

Neste caso, recomenda-se aprender a lei do um minuto que pode salvar a sua vida. Quando você acordar para ir ao banheiro, você deve primeiro:ficar deitado por 30 segundos após acordar e depois, abaixar as pernas calmamente e sentar-se na extremidade da cama por mais 30 segundos. Só depois levantar-se para ir ao banheiro. Com estas etapas, as chances são gigantescas para sobreviver a um AVC súbito, independentemente da idade.

strong>Prevenção é muito importante

Pressão arterial:
▶️120/80 Normal
▶️130/85 Normal
(Requer Controle)
▶️140/90 Alta
▶️150/95 Muito Alta

Batimento Cardíaco por Minuto

🔺72 bpm (padrão)
🔺60 a 80 bpm (Normal)
🔺49 a 55 bpm (baixa)
🔺110 a 150 bpm (alta)
🔺40 ou 180 bpm (anormal)

Temperatura corporal em graus Celsius

🔺36º à 36.8ºC
Temp. Normal
🔺37.5º à 37.8ºC
Febril/Atenção
🔺37.9ºC acima
Febre/Grave

Compatibilidade dos grupos sanguíneos. Qual é o teu tipo sanguíneo e quão comum ele é

O+ (1 em cada 3)
A+ (1 em cada 3)
B+ (1 em cada12)
AB+ (1 em cada 29)
O- (1 em cada15)
A- (1 em cada 16)
B- (1 em cada 67)
AB- (1 em cada 167)

Efeito da água *sobre o organismo

Sabemos que a água é importante mas as pessoas não sabem ao certo o horário correto de beber.  Beber água no horário correto maximiza a efetividade do corpo humano:

1 copo de água depois de acordar, ajuda a ativar os órgãos internos.

1 copo de água 30 minutos antes da refeição ajuda a  digestão.

1 copo de água antes de tomar banho ajuda a baixar a pressão arterial.

1 copo de água antes de dormir evita AVC ou ataque do coração.

Veja também:

Novas casas para os novos idosos

Brasil será um dos países com maior número de idosos do mundo


CONTEÚDO PUBLICITÁRIO

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais