fbpx

Humorista quer contratar uma mulher com mais de 65 anos para trabalhar na televisão

Por Maya Santana

O apresentador do programa Foi Mau, da Rede TV, Maurício Meirelles, entrevistando uma candidata a assistente de palco. Foto: divulgação

50emais

Vi essa notícia em vários lugares. Não conheço o Foi Mau, da Rede TV. Achei curioso um apresentador de 37 anos, Maurício Meirelles, se interessar em empregar uma mulher na faixa dos 60/65 anos, para trabalhar como assistente de palco do seu programa, apresentado às segundas-feiras, com uma audiência majoritariamente jovem. Reparei que em nenhum lugar constava o endereço para onde a interessada deve enviar o seu vídeo, como exigem. Liguei para a emissora e aqui está: você pode se inscrever através do e-mail do Bruno Marone, diretor do programa – bmarone#redetv.com.br – ou através do FacebooK e Instagram [email protected]

Veja por que o apresentador quer empregar uma mulher acima dos 60:

Desde os tempos de Chacrinha (1917-1988), as assistentes de palco dos programas brasileiros costumam ser jovens mais conhecidas pelos atributos físicos. Porém, Maurício Meirelles, 37, está lançando um concurso que promete mudar essa imagem.

O humorista quer contratar uma mulher com mais de 65 anos para exercer essa função no Foi Mau, programa que ele comanda às segundas-feiras na RedeTV!. No palco, ele vai avaliar uma candidata, escolhidas através de vídeos nas redes sociais,por semana. A seleção já começou.

“Enquanto pessoas mais velhas sofrem preconceito no mercado de trabalho, nosso programa quer ir na contramão”, afirma. “Estamos recebendo muitos vídeos de maravilhosos de senhoras super animadas, querendo participar do programa.”

Veja também: Emprego: é possível recomeçar a vida profissional depois dos 50 anos

A ideia é contratar uma “senhora espirituosa” e que “sonhe em trabalhar na televisão”. De acordo com o material de divulgação, a função da escolhida será servir como uma espécie de representante dos telespectadores, contribuindo para melhorar o conteúdo que vai ao ar.

Meirelles, que tem mais de 6 milhões de seguidores na internet, é sucesso com o público jovem, mas diz acreditar que o público da terceira idade também se diverte com seus conteúdos. Desse modo, vê o concurso como uma forma de representar essa parcela do público em seu programa.

“A terceira idade merece espaço na mídia, certamente o público vai se identificar e se divertir também”, diz.

Veja também: Ela deixou o trabalho aos 71 e se engajou em um projeto que busca melhorar o Brasil

Mulheres e a discriminação por idade no mercado de trabalho

close

Inscreva-se para receber conteúdo incrível em sua caixa de entrada, todas as semanas

Prometemos que nunca enviaremos spam! Leia nossa Política de privacidade para mais detalhes.

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário





Utilizamos cookies essenciais de acordo com a nossa Política de Privacidade e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceitar Leia mais