fbpx

Reação forte ao video de Porchat realçando preconceito contra idade

Por Maya Santana

Fábio Porchat, 37, está sendo muito criticado pelo preconceito contra pessoas mais velhas. Foto: internet

Uma das coisas que eu menos aprecio no meu processo de envelhecimento, já disse aqui, é ser tratada por gente mais jovem como se eu fosse uma criança, alguém sem capacidade. Fico profundamente irritada. Nos bancos, nas repartições públicas, nos supermercados, nas lojas, há sempre alguém que se dirige à gente com aquela vozinha, com explicações óbvias, quando não com desdém. Consciente ou inconscientemente, esse tipo de atitude inferioriza os mais velhos e reflete a mais pura arrogância. Como alguém já disse, nosso destino é envelhecer, se a vida não for interrompida antes.

Veja também: Velhofobia, uma praga que veio junto com o novo coronavirus

Faço todo esse preâmbulo para falar de um vídeo do Canal Porta dos Fundos, com o humorista Fábio Porchat, cujo título é “Responsável.” Sou fã do Porta dos Fundos e de Porchat, pelo humor inteligente que fazem. Mas, dessa vez, erraram na mão. No vídeo, o humorista trata a mãe de 57 anos como uma incapaz, uma analfabeta em termos tecnológicos e em temos de bom senso. É como se a idade – apenas 57 anos, eu estou com 70 – tivesse infantilizado a mãe. Confesso que fiquei surpresa com esse tipo de humor, com esse olhar pouco sensível do envelhecimento. Concordo com Chris Guerra, cujo vídeo você vai ver mais abaixo, quando ela diz que Fábio Porchat precisa rever seus valores.

Veja o vídeo do humorista e forme a sua própria opinião:

Várias organizações protestaram contra o “suposto humor”, que reforça “estereótipos equivocados” e o “preconceito etário.” Nessa mesma linha, se manifestou com vigor a escritora e blogueira Chris Guerra, 50.

Veja:

Veja também:Mulheres e a discriminação por idade no mercado de trabalho

Notícias Relacionadas

Deixe um comentário

7 + doze =

8 Comentários

Avatar
Dania Teixeira 24 de janeiro de 2021 - 23:17

Se ele chegar a essa idade, será que ele vai gostar de ouvir um comentário parecido com o que ele disse no vídeo?

Responder
Avatar
Gleice felippe 23 de janeiro de 2021 - 13:00

Já somos desacreditada por não sabermos lider com celular direito, eles não tem paciência pra ensinar, como se fossemos incapaz, já há um desrespeito normalizado, agora começaram a nos tirar o credito de criar filhos, só a pediatra que sabe, e vem um humorista zombar de nós, porque? Qual a graça?

Responder
Avatar
Lucia de Fatima Fernandes Rabiço 23 de janeiro de 2021 - 08:49

Tenho 56 anos e sofro duplamente o preconceito de etarismo e capacitismo, que são nomenclaturas novas e discriminatórias que estão sendo muito usadas, tentando justificar algo maior e enraizado em uma sociedade “velha” e “moderna” que continua reproduzindo valores e aplausos no TER do que no SER.
Muito triste com carinha e tudo 😢😢😢😢😢😢

Responder
Avatar
IRENICE FERREIRA NERI 23 de janeiro de 2021 - 03:46

Credo, não gosto deste cara, nem este tipo de programa. A velhice está na sociedade e não na pessoa. Tenho 56, meus filhos até tentaram fazer isto, mas eu me ímpia. Sou mulher, saudável e quero viver e curtir muito. Dane -se está sociedade de estereótipos.

Responder
Avatar
SONIA LUCIA LUCENA DE ANDRADE 22 de janeiro de 2021 - 17:04

Não tive nem paciência de ver até o final. Recebo esse vídeo na hora em que desligo o computador após assistir por 4 dias um Congresso Brasileiro pela Internet. Tenho 67 anos, sou da área de saúde sei das limitações que a velhice trás, mas se não for uma pessoa com deficiência cognitiva r mental grave esse estereótipo que eles wuiserem implacar não se aplica. Lamentável, justo eles que se aparentavam serem tão inteligentes. Vai sobrar alguém após esses tempos cruéis no Brasil?

Responder
Avatar
Ana Maria Fonseca 22 de janeiro de 2021 - 12:27

Tenho 57 anos e é com muita tristeza e desapontamento que vejo um comediante desses baixar tanto o nível. Sou arquiteta e profissional ativa .Fala sério Porchat!!!

Responder
Avatar
Rachel 22 de janeiro de 2021 - 00:51

Ai que preguiça desse programa. E olha que eu gosto do Porta dos Fundos. Vamos supor que este fosse o único programa deles que eu tivesse visto. Seria uma pena pois consideraria o Porchat um babaca, com capacidade abaixo da crítica. Tenho certeza que a mãe dele é uma pessoa interessante e que merece respeito. Um respeito que ele não se dignou a ter. E o vídeo de Chris Guerra dá bem o recado que Porchat está precisando ouvir. Sem querer cair no outro extremo eu diria que Porchat está precisando amadurecer.

Responder
Avatar
Maria das Graças 21 de janeiro de 2021 - 22:54

Minha querida, estou surpresa por teres ficado surpresa com o tosco do Fábio Porchat. Infelizmente, o humor atual está refém de pessoas grosseira e sem noção como ele. Os grandes mestres do humor devem estar se revirando em seus respectivos túmulos, Beijos

Responder